Topo

Esporte

Diante de possível rompimento, IAAF nega vínculo direto com a Adidas

26/01/2016 15h37

Redação Central, 26 jan (EFE).- A Federação Internacional de Atletismo (IAAF) negou nesta terça-feira ter vínculo direto com a Adidas, que segundo a imprensa britânica, teria cancelado contrato de patrocínio após recentes casos de corrupção.

"As notícias que apareceram recentemente sobre os patrocinadores, estão distorcidas por desconhecimento da realidade. O contrato da Adidas em relação com o atletismo mundial é com a Dentsu e não com a IAAF", explicaram fontes da entidade à Agência Efe.

Em virtude do contrato com a empresa japonesa Dentsu, a federação tem garantido até 2029 uma contribuição anual superior a 10 milhões de euros (R$ 44,3 milhões), por direitos comerciais da World Series promovida pela entidade.

"Dentsu e Adidas" estão negociando um contrato entre elas, que expira em 2019, mas as perdas econômicas para a IAAF, caso esse contrato termine antes do tempo, seriam muito limitadas", afirmam as fontes.

"A IAAF e a Adidas seguem em contato muito próximo, e a Dentsu, por sua vez, oferece à IAAF um apoio total para a nova diretoria e o programa de reformas que está sendo feito", dizem, com relação a recente eleição à presidência do britânico Sebastian Coe.

De acordo com a emissora britânica "BBC", a Adidas estava estudando deixar de patrocinar a entidade muito antes do previsto, em decorrência dos escândalos de doping e de fraude em escolha de sedes de competição.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte