Esporte

Florentino Pérez garante: Cristiano Ronaldo não vai deixar o Real Madrid

26/01/2016 17h53

Paris, 26 jan (EFE).- O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, foi taxativo nesta terça-feira ao dizer à revista "France Football" que Cristiano Ronaldo não deixará o clube apesar de um suposto interesse do Paris Saint-Germain, que segundo a imprensa europeia quer o português como seu novo craque.

Segundo alguns jornais da França e também de Espanha, Cristiano chegaria ao PSG com a iminente saída do sueco Zlatan Ibrahimovic, cujo contrato termina em junho e não deverá ser renovado.

"Não me surpreende o interesse do Paris Saint-Germain. Cristiano Ronaldo é o melhor jogador do mundo e é o líder do Real Madrid, é normal que sonhem com sua contratação, mas ele não vai deixar o clube", disse Pérez, cuja entrevista será publicada pela revista nesta quarta.

O dirigente falou também sobre o novo técnico do Real, o ídolo francês Zinedine Zidane, e o comparou a Anfredo di Stéfano, outro craque que depois foi treinador do time da capital espanhola.

"Aqui (no Real Madrid), as pessoas se apaixonaram por Zidane. Muitos estabelecem um paralelismo com Alfredo di Stéfano, porque as gerações mais antigas diziam com orgulho: 'Eu vi Di Stéfano jogar'. Pois bem, as gerações de torcedores mais jovens estão contentes de dizer: 'Eu vi Zidane jogar'", comentou.

Ainda na relação Real Madrid-França, Pérez foi perguntado sobre a acusação ao atacante Karim Benzema de cumplicidade em um suposto caso de chantagem contra seu companheiro de seleção Mathieu Valbuena. O dirigente reafirmou sua confiança no camisa 9.

"Apoiamos e apoiaremos Benzema sempre. Após falar com ele, e com o que sei dele, é impossível pensar que tenha feito algo ruim. É um bom garoto e não tenho dúvidas de que o que fez, antes de qualquer coisa, foi tentar ajudar seu amigo Mathieu Valbuena, de verdade", opinou.

Acusado de realizar transferências ilegais de menores estrangeiros, o Real foi punido pela Fifa e não poderá contratar jogadores nas duas próximas janelas de transferências. O presidente lamentou a medida adotada pela entidade máxima do futebol.

"A punição é dolorosa. É muito grave manchar assim a imagem do Real Madrid. Temos certeza de que se trata de um erro. É absolutamente um absurdo que o Real Madrid seja punido por uma questão de proteção à infância, quando na verdade isso é uma prioridade para nós", finalizou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo