Topo

Esporte

Espanhol se defende da acusação de perda intencional de jogo de duplas mistas

27/01/2016 11h31

Las Palmas (Espanha), 27 jan (EFE).- O espanhol David Marrero se defendeu nesta quarta-feira das suspeitas de que teria entregado, junto com a compatriota Lara Arruabarrena, jogo do torneio de duplas mistas na primeira rodada do Aberto da Austrália.

De acordo com o jornal americano "The New York Times" os tenistas estão sob suspeita de terem perdido de propósito na segunda-feira o jogo contra a tcheca Andrea Hlavackova e o polonês Lukasz Kubot, que terminou com placar de 2 sets a 0, com parciais de 6-0 e 6-3, em 49 minutos.

"É uma situação incômoda e tenho muita vontade que isso tudo acabe logo, porque ninguém gosta. Isso nunca aconteceu e é preciso que se faça algo para resolver, já que não desejo essa situação para meu pior inimigo", afirmou Marrero.

A publicação americana publicou vídeo com três pontos considerados suspeitos durante a partida, que acabaram vencidos por Hlavackova e Kubot. Além disso, o jornal afirma que as casas de apostas Pinnacle Sports e Betfair se mostraram "supresas" pelo montante de dinheiro apostado na derrota dos espanhóis.

"Depois do jogo, o 'New York Times' nos procurou para uma entrevista, e nos perguntaram se sabíamos que houve muito movimento em não sei onde. Não tínhamos ideia de nada, porque foi logo após o confronto. Vou ao hotel, tomo banho, me visto para ir ao aeroporto e, aí, foi quando me inteirei pela repercussão nas redes sociais", contou Marrero.

O tenista afirmou já estar em contado com a a Associação de Tenistas Profissionais (ATP) e a Unidade de Integridade do Tênis, órgão criado para investigar denúncias de corrupção na modalidade, tendo respondido algumas perguntas por celular e email.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte