Topo

Esporte

Pai isenta Neymar em depoimento na Audiência Nacional espanhola

02/02/2016 19h00

Madri, 2 fev (EFE).- O pai do atacante Neymar isentou o filho de culpa em depoimento ao juiz da Audiência Nacional espanhola José de la Mata, ao afirmar que o jogador não teve nada a ver com a gestão de sua contratação pelo Barcelona junto ao Santos, investigada por supostos delitos de fraude e corrupção entre particulares.

Segundo informações de fontes ligadas à defesa, o pai do atleta, Neymar da Silva Santos, respondeu durante duas horas e meia. Ele explicou ponto a ponto os contratos que serviram para que o atacante deixasse o Santos para ir para o Barça. Antes, o próprio Neymar havia deposto por uma hora e meia.

Não é a primeira vez que o empresário tem de comparecer à Audiência Nacional para dar explicações sobre a contratação de seu filho, ambos investigados. O outro depoimento aconteceu em outubro de 2014, em meio à investigação por supostos delitos fiscais aberta pelo tribunal também pela transferência.

Na ocasião, foi descoberto o verdadeiro valor da negociação. O Barcelona dizia ser de 17,1 milhões de euros e depois admitiu ter gastado 57 milhões, número que a Procuradoria elevou a 83,3 milhões de euros no fim das contas.

Na época, o pai de Neymar afirmou que o Real Madrid ofereceu ao Santos 150 milhões de euros para conter com o atleta, mas que seu filho preferiu cobrar menos e ir para o clube catalão por acreditar que teria melhor projeção para sua carreira e que em um futuro poderia ganhar mais graças a essa escolha.

No caso atual, os dois respondem como acusados por supostos delitos de fraude e corrupção entre particulares devido a uma denúncia apresentada pelo fundo de investimento DIS, que tinha que receber 40% do dinheiro pago pelo Barcelona ao Santos pelos direitos federativos do jogador.

O fundo alega ter recebido a porcentagem em cima dos 17,1 milhões de euros e não dos 83,3 milhões que, segundo conclusão da outra causa aberta na Audiência Nacional, o clube espanhol pagou.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte