Esporte

Sul-africano garante que não retirará candidatura à presidência da Fifa

11/02/2016 14h55

Johanesburgo, 11 fev (EFE).- O empresário sul-africano Tokyo Sexwale, candidato à presidência da Fifa, garantiu que não sairá da disputa, mesmo com o pedido da Confederação Africana de Futebol (CAF), informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Na semana passada, a entidade continental oficializou o apoio em bloco ao xeque bareinita Salman Bin Ibrahim al- Khalifa, para o pleito marcado para acontecer dia 26 deste mês, em Zurique, na Suíça.

"Tokyo Sexwale financia a própria candidatura, e ponto final. Ninguém me ajuda", afirmou o candidato.

O empresário lembrou que o Comitê de Ética da Fifa pediu que cada postulante ao cargo de presidente da entidade revalasse os nomes dos responsáveis por pagar as despesas de campanha.

Sexwale, que chegou a ficar preso com Nelson Mandela durante o 'apartheid', garante ter apoio da Associação Sul-Africana de Futebol (SAFA).

O time, a entidade local não anunciou publicamente o respaldo a candidatura do empresário, que também foi governador da província de Gauteng, além de ministro de governo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo