Esporte

Benfica e Hulk se reencontram nas oitavas da Liga dos Campeões

15/02/2016 17h53

Lisboa/Moscou, 15 fev (EFE).- Carrasco do Benfica durante os quatro anos em que defendeu o Porto, de 2008 de 2012, o atacante Hulk reencontrará os 'Encarnados' nesta terça-feira em jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, em um dos palcos onde mais é temido, o Estádio da Luz, em Lisboa.

O brasileiro, de 29 anos, volta ao local pela segunda vez desde que deixou Portugal para jogar na Rússia. A primeira aconteceu na fase de grupos da 'Champions' passada, e Hulk deixou sua marca na vitória do Zenit por 2 a 0.

Esse gol não é o único que traz lembranças ruins à torcida do Benfica. O atacante balançou a rede no Estádio da Luz de maneira decisiva também em jogos importantes pelo Campeonato Português em 2011 e 2012 e pelas semifinais da Taça de Portugal em 2013.

"Sou um pesadelo para o Benfica? Que nada. O Benfica está em grande momento", minimizou Hulk, que provavelmente será recebido mais uma vez com uma sonora vaia nesta terça.

O brasileiro não é o único que reencontrará o Benfica. Os meio-campistas Javi García e Witsel defenderam os 'Encarnados', enquanto o técnico André Villas-Boas foi campeão português e da Taça de Portugal em 2011 à frente do rival Porto. "Fui muito feliz neste estádio, com o Porto houve dias memoráveis, sobretudo naquele ano de 2011", lembrou o treinador.

Atual campeão russo, o time de São Petersburgo é apenas sexto colocado na atual temporada, a nove pontos do líder, e está focado na Liga. Villas-Boas não poderá contar com lateral-direito titular, Smolnikov, nem com o meio-campista Fayzulin, machucados.

O Benfica, por sua vez, chega Para o duelo com algumas dúvidas. Apesar da evolução vivida nas últimas semanas, na última sexta-feira a equipe foi derrotada em casa no clássico contra o Porto por 2 a 1 e deixou a liderança do Português, três pontos atrás do Sporting.

Especialmente problemáticas parecem as baixas na defesa, setor em que o técnico Rui Vitória perdeu a zaga titular, formada por Luisão e Lisandro López. Contundidos, eles serão substituídos pelo também brasileiro Jardel e o jovem sueco Lindelof, de 21 anos.

Boa parte da esperança do torcedor benfiquista está no faro de gol da dupla de ataque, formada por Jonas e Mitroglou. O brasileiro é o artilheiro do Português, com 23 bolas na rede.



Prováveis escalações:.

Benfica: Julio César; Sílvio, Lindelof, Jardel e André Almeida; Samaris, Renato Sanches, Pizzi e Gaitán; Jonas e Mitroglou. Técnico: Rui Vitória.

Zenit São Petersburgo: Lodygin; Anyukov, Garay, Lombaerts e Criscito (Zhirkov); Javi García, Witsel, Shatov e Danny; Hulk e Dzyuba. Técnico: André Villas-Boas.

Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Estádio da Luz, em Lisboa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo