Esporte

Desfalcado e na altitude, Atlético-MG estreia na Libertadores contra o Melgar

16/02/2016 15h44

Lima, 16 fev (EFE).- O Atlético Mineiro, com muitos desfalques e ainda sem Robinho, estreará nesta quarta-feira na altitude da cidade Arequipa, no Peru, na fase de grupos da Taça Libertadores contra o modesto Melgar, que retorna ao torneio após 32 anos.

As equipes se enfrentarão no estádio Monumental de la UNSA (Universidade Nacional Santo Agostinho), em Arequipa, pela primeira rodada do grupo 5, que também conta com Colo Colo, do Chile, e Independiente del Valle, do Equador, que veio da fase preliminar.

Remodelado após o vice do Brasileirão, tendo perdido Guilherme, Giovanni Augusto, Sherman Cárdenas, entre outros, com Jesús Dátolo, Thiago Ribeiro e Carlos lesionados, o técnico uruguaio Diego Aguirre tem precisado quebrar a cabeça para escalar o time mineiro.

Para piorar, Robinho ainda não está 100% fisicamente para estrear e o equatoriano Juan Cazares aguarda envio de documentação do Banfield, da Argentina, para poder aparecer no BID e assim ficar livre para atuar.

Dessa forma, além do argentino Lucas Pratto, titular absoluto do ataque, e de Luan, outro cativo na equipe, duas vagas no setor ofensivo precisam ser preenchidas. Dodô, Patric e Hyuri são os candidatos para ocupá-las.

Do meio para trás, a equipe é praticamente a mesma que disputou a temporada passada, apenas com Jemerson dando lugar ao equipe para o equatoriano Frickson Erazo, que foi contratado junto ao Grêmio. Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Douglas Santos, Leandro Donizete e Rafael Carioca serão os demais integrantes do 11 inicial.

Campeão pela segunda vez do Campeonato Peruano em 2015, ano do centenário do clube, o Melgar tentará usar a seu favor os 2,3 mil metros de altura da cidade onde acontecerá a partida, para tentar fazer frente ao favoritismo do Galo.

O técnico Juan Reynoso terá força máxima para a partida desta quarta-feira, após poupar alguns titulares na partida de sábado, na qual venceu o Ayacucho, fora de casa, por 3 a 0 pelo campeonato nacional.

A equipe peruana acumula apenas duas participações anteriores na Taça Libertadores, em 1982 e 1984, e em nenhuma delas conseguiu passar da fase de grupos.



Prováveis escalações:.

Melgar: Álvarez; Arismendi, Schuler, Villaramín e Minzún Quina; Palomino, Estrada, Santamaría, Fernández e Zúñiga; Cuesta. Técnico: Juan Reynoso.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Tiago, Leonardo Silva e Douglas Santos; Leandro Donizete, Patric, Rafael Carioca e Dodô; Lucas Pratto e Luan. Treinador: Diego Aguirre.

Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Wilmar Navarro e Alexander Leon.

Estádio: Universidade Nacional de Santo Agostinho, em Arequipa (Peru).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo