Esporte

Real Madrid supera Roma e põe pé nas quartas de final da Liga dos Campeões

17/02/2016 19h38

Roma, 17 fev (EFE).- A Roma teve boa estratégia, boa postura, mas nesta quarta-feira o Real Madrid mostrou o poderio de sempre, para fazer 2 a 0, em pleno Estádio Olímpico, e ficar muito perto da vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Cristiano Ronaldo, em linda jogada que começou com passe de Marcelo, balançou as redes aos 12 minutos do segundo tempo, em um jogo de muita pressão dos anfitriões, que não conseguiram transformar a atuação determinada, em gols. Aos 41, Jesé, que havia acabado de entrar em campo, definiu o placar.

O atacante português do Real, ao marcar hoje, abriu ainda mais vantagem na artilharia da Liga dos Campeões, chegando a 12 gols, cinco a mais que o polonês Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, e seis a mais que o russo Artem Dzyuba, do Zenit São Petersburgo.

No dia 8 de março, no estádio Santiago Bernabéu, o time madrilenho poderá perder por até um gol de diferença para avançar. A Roma precisa devolver o 2 a 0, para forçar prorrogação ou vencer por qualquer outro placar, com dois gols de diferença, para se classificar de maneira direta.

Para o jogo de hoje, o técnico Luciano Spalletti, praticamente, repetiu a escalação da partida do sábado, em que a Roma venceu o Carpi por 3 a 1, pelo Campeonato Italiano. A única alteração foi a entrada do volante belga Radja Nainggolan no lugar do bósnio Edin Dzeko.

No Real, o francês Zinedine Zidane já havia anunciado que Isco voltaria ao time titular, no lugar de Mateo Kovacic, que atuou na vitória sobre o Athletic Bilbao por 4 a 1, pelo Espanhol. A grande novidade, no entanto, foi a presença de Marcelo, recuperado de luxação no ombro direito, na lateral-esquerda.

Outros brasileiros relacionados para o confronto foram Maicon, na equipe da capital italiana, e Danilo e Casemiro, no time espanhol. Dos três, apenas o ex-volante do São Paulo entrou em campo, já nos minutos finais, substituindo Cristiano Ronaldo.

Os primeiros minutos do duelo pareceram um reflexo do que ontem disse Spalletti, em entrevista coletiva, de que Roma e Real tinham 50% de chances de avançar, cada um. Isso porque, os donos da casa desse jogo de ida, mostraram muita disposição e chegaram a assustar o dez vezes campeão do continente.

O trio de ataque formado por Perotti, Salah e El Shaarawy, desde o apito inicial, infernizaram a zaga rival. Aos 16, em jogada com participação dos três, o ex-Milan e Monaco recebeu na área e fuzilou, mas batendo para fora.

Desde o início, o Real também tentava criar, mas encontrava dificuldades, devido ao posicionamento da Roma. Depois de, pelo menos três sustos em contra-ataques, a equipe de Zidane passou a ficar mais com a bola, para evitar novas ações do adversário.

A estratégia de trocar passes com paciência foi dando certo, mas faltava o último passe. Aos 31, Varane fez lançamento de quase 50 metros e achou Cristiano Ronaldo entrando na área. O português tentou emendar de primeira, mas acabou pegando mal na bola.

De novo, quase que no improviso, o Real chegou aos 33, dessa vez em tabela que teve o camisa 7 fazendo passe por elevação, nos pés de Marcelo, que soltou a bomba, sem deixar a bola cair no chão. Ao goleiro Szczesny, restou apenas torcer para que a finalização não acertasse o gol, o que acabou dando certo.

O segundo tempo começou de maneira semelhante ao primeiro, com a Roma tentando encurralar o rival no campo de defesa, mas dessa vez dando um pouco mais de espaço, tanto é que, aos cinco minutos, Cristiano Ronaldo lançou James Rodríguez, que só não recebeu e ficou na cara do gol, porque Vainqueur se esticou todo para cortar.

Aos 9, pouco depois de Carvajal invadir a área e bater fraco para a defesa de Szczesny, a Roma quase marcou, quando Florenzi lançou El Shaarawy na esquerda. O atacante disparou, invadiu a área, mas Navas saiu bem e conseguiu fazer o corte.

Aos 12 minutos da etapa final, brilhou a estrela do artilheiro do 'Champions'. Cristiano Ronaldo recebeu na esquerda de Marcelo, se livrou da marcação, de letra, com a perna esquerda e acertou bomba com a direita, sem dar chances para o goleiro da Roma, abrindo o placar.

O time da casa seguiu lutando, aos 20 minutos, por exemplo, roubou a bola duas vezes, ainda na intermediária ofensiva, mas o máxico que conseguiu foi que Salah chutasse fraco do lado direito da área, nas mãos de Navas.

Aos 26, já com Dzeko em campo, no lugar de El Shaarawy, a Roma teve o melhor lance no jogo, quando o bósnio fez o pivô na área, ajeitou para Vainquer, que acertou uma bomba de perna direita, à esquerda do gol do Real.

A resposta do time espanhol veio no lance seguinte, quando James cruzou da direita com precisão, encontrando Cristiano Ronaldo. O português deu leve toque de cabeça, na saída de Szczesny, mas acabou desviando de mais, errando o alvo.

A pressão mudou de lado, muito devido ao desespero dos donos da casa, e aos 32, depois de boa jogada e perfeito cruzamento camisa 7 pela esquerda, James Rodríguez testou, completamente livre na área, à direita do gol da Roma.

Aos 41, Jesé, que havia acabado de substituir o meia-atacante colombiano, recebeu na direita, se aproveitou da falta de combate de Digne, e bateu cruzado para o fundo das redes, ampliando a vantagem do Real Madrid na série.



Ficha técnica:.

Roma: Szczesny; Florenzi (Totti), Manolas, Rudiger e Digne; Pjanic, Vainqueur (De Rossi) e Nainggolan; Salah, Perotti e El Shaarawy (Dzeko). Técnico: Luciano Spalletti.

Real Madrid: Navas; Carvajal, Sergio Ramos, Varane e Marcelo; Kroos, Modric e Isco (Kovacic); James Rodríguez (Jesé), Cristiano Ronaldo (Casemiro) e Benzema. Técnico: Zinedine Zidane.

Árbitro: Pavel Kralovec (República Tcheca), auxiliado por Roman Slysko (Eslovênia) e Martin Wilczek (República Tcheca).

Gols: Cristiano Ronaldo e Jesé (Real Madrid).

Cartões amarelos: Varane e Sergio Ramos (Real Madrid).

Estádio Olímpico, em Roma (Itália).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo