Esporte

Comitê de Ética da Fifa pede banimento de Bedoya e Jadue

18/02/2016 15h46

Redação Central, 18 fev (EFE).- O painel de instrução do Comitê de Ética da Fifa pediu o banimento de qualquer relacionada ao futebol para os ex-presidentes da Federação Colombiana de Futebol, Luis Bedoya, e da Federação Chilena, Sergio Jadue, que também integravam a Conmebol.

A solicitação foi feita depois que o investigador-chefe do comitê, Cornel Borbely, terminou seu trabalho e entregou seus relatórios e recomendações ao órgão de decisão do organismo, presidido por Hans-Joachim Eckert.

Em depoimento à justiça dos Estados Unidos, ambos admitiram ser culpados dos delitos dos quais são acusados na investigação de corrupção no futebol.

Em 12 de novembro do ano passado, Bedoya se declarou culpado de uma acusação de crime organizado, fraude eletrônica e caixa dois. Pouco depois, no dia 23 desse mês, Jadue reconheceu as acusações de crime organizado e fraude eletrônica.

Em seu relatório final, Borbely recomenda para os dois o banimento por violação das regras de conduta, lealdade, dever de informação, cooperação e apresentação de relatórios, conflitos de interesses, propina e corrupção e obrigação geral de colaborar.

"Até que as decisões formais sejam tomadas definitivamente pelo Comitê de Ética, Bedoya e Jadue são supostamente inocentes", ressaltou a Fifa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo