Esporte

CR7 perde pênalti, Real tropeça e vê título espanhol mais distante

21/02/2016 15h01

Málaga (Espanha), 21 fev (EFE).- Desfalcado de jogadores importantes, o Real Madrid não passou de um empate com o Málaga em 1 a 1 neste domingo, no estádio La Rosaleda, ficou ainda mais distante do líder do Campeonato Espanhol, o Barcelona, e vai vendo ruírem aos poucos suas pretensões de conquista do título nacional.

O técnico do Real, Zinedine Zidane, não pôde contar com os zagueiros Pepe e Varane, com o meia-atacante Bale nem com o atacante Benzema. Com isso, quem chamou a responsabilidade mais uma vez foi Cristiano Ronaldo, que até abriu o placar, mas desperdiçou uma cobrança de pênalti quando os 'Blancos' ainda venciam por 1 a 0.

Com mais esse tropeço, o time madrilenho até assumiu a segunda posição, com 54 pontos, mas ficou a nove do líder Barça, que no sábado bateu o Las Palmas por 2 a 1 no Estádio de Gran Canaria. Além disso, o Atlético de Madrid voltará à vice-liderança caso ao menos empate com o Villarreal ainda hoje no Vicente Calderón.

O jogo teve ritmo intenso no começo, e o destaque era Isco. O ex-atleta do Málaga, que foi bastante aplaudido pela torcida local, era o responsável por levar o Real ao ataque. Pelos donos da casa, o brasileiro Charles dava bastante trabalho a Sergio Ramos e ao goleiro Navas.

O time visitante não encantava, mas fez 1 a 0 aos 33 minutos do segundo tempo. Kroos cobrou falta da direita, e Cristiano Ronaldo, em condição duvidosa, cabeceou para a rede.

O próprio Cristiano sofreu pênalti do também brasileiro Weligton um minuto depois. Contudo, ele mesmo foi para a bola e parou na defesa do goleiro Kanemi.

Sem se deixar abater, o Málaga poderia ter empatado ainda na primeira etapa, mas Dop acertou o travessão. Porém, depois do intervalo, aos 21 minutos, a igualdade foi conquistada em jogada de defensores no ataque. Weligton cruzou da esquerda da área, Albentosa apareceu livre na direita e completou de chapa, tirando de Navas, que teve grande atuação e evitou a derrota.

Mais cedo, o Sevilla, quinto colocado, manteve o jejum de vitórias fora de casa nesta edição do Espanhol. O time da Andaluzia até abriu 2 a 0 contra o Rayo Vallecano em Madri, com gols de N'Zonzi e Iborra, mas Manucho e Miku determinaram o resultado de 2 a 2.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo