Esporte

Infantino reafirma desejo de trabalho conjunto para acabar com crise na Fifa

26/02/2016 14h44

Zurique (Suíça), 26 fev (EFE).- O suiço Gianni Infantino se emocionou nesta sexta-feira, no primeiro discurso como novo presidente da Fifa, logo após o término das eleições ocorridas durante o Congresso Extraordinário da entidade, em Zurique, na Suíça.

"Passamos momentos tristes, momentos de crise, mas esses tempos ficaram para trás. Obrigado a todos. Vamos trabalhar juntos", disse o ex-secretário-geral da Uefa, que levou a melhor sobre o xeque bareinita Salman bin al-Khalifa, principal competidor, por 115 votos a 88.

O suíço venceu o segundo turno das eleições com 11 votos a mais que a maioria simples necessária para encerrar o pleito sem a necessidade de uma terceira rodada de votação. Al-Khalifa foi o segundo colocado, com 88, o princípe jordaniano Ali Bin Al-Hussein teve quatro, e o francês Jérome Champagne não foi votado.

"Esta foi uma competição esportiva e um grande sinal da democracia da Fifa. Obrigado a todos. Temos que estar orgulhosos. Quero trabalhar com todos vocês para reestabelecer uma nova era na Fifa, com o futebol como centro", garantiu Infantino.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo