Esporte

Barcelona encara freguês para manter tabu e folga na liderança do Espanhol

29/02/2016 18h07

Madri, 29 fev (EFE).- Líder isolado do Campeonato Espanhol, o Barcelona terá pela frente nesta quinta-feira o Rayo Vallecano, um de seus maiores fregueses no país, e tem grandes de chances de manter ou até mesmo ampliar sua vantagem na ponta na partida que marca o fechamento da 27ª rodada da competição.

A última derrota da equipe catalã para o rival de Madri ocorreu em 7 de dezembro de 2002, há mais de 13 anos. Jorge Azkoitia marcou o gol do triunfo do Rayo, então dirigido por Fernando Vázquez, por 1 a 0, sobre o time comandado por Louis van Gaal. Desde então, o Barcelona venceu todas as dez partidas entre eles, grande parte delas em goleadas, anotando 45 gols no período de invencibilidade.

A história deve se repetir no próximo duelo, que será disputado no estádio Teresa Rivero. Apesar de acumular sete jogos sem derrota (duas vitórias e cinco empates), o Rayo ocupa apenas a 16ª colocação do Espanhol, com 26 pontos, dois acima da zona de rebaixamento. Já o Barcelona lidera com folga: são oito pontos de vantagem para o Atlético de Madrid, vice-líder, e 12 para o Real Madrid, na terceira posição na tabela.

No primeiro turno, no Camp Nou, os comandados de Luis Enrique não tiveram dificuldades para superar o adversário. Neymar marcou quatro gols na vitória do Barcelona por 5 a 2, apesar de os donos da casa terem saído atrás no placar. Na época, o time ainda estava sem Lionel Messi, lesionado. Luis Suárez completou o triunfo.

Os catalães entram em campo em busca da décima vitória consecutiva para se aproximar ainda mais do título, algo que já é considerado como inevitável até pelos rivais. O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, principal perseguidor do Barcelona, admitiu na prévia da rodada que a missão de seu time será difícil.

"O Barcelona é o melhor do mundo e é muito difícil que perca três partidas", disse Simeone em entrevista coletiva.

Apesar das palavras de seu comandante, o Atlético ganhou novo gás na briga pelo Espanhol no último final de semana. Os 'colchoneros' venceram o rival Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu, por 1 a 0, o terceiro triunfo consecutivo na casa do adversário pelo torneio, algo que não ocorria desde 1949.

Se quiser permanecer na briga pelo título, porém, o Atlético terá que vencer nesta terça-feira, na abertura da rodada, a Real Sociedad, nona colocada, com 34 pontos, no Vicente Calderón. Um resultado positivo também serviria para manter a distância de quatro pontos para o Real, que visitará o lanterna Levante na quarta-feira.

O clima no lado branco da capital espanhola não é nada bom. Os torcedores estão insatisfeitos de a equipe já estar praticamente fora da briga pelo troféu e ninguém aposta em milagre. O próprio Zinedine Zidane, que sofreu sua primeira derrota como técnico da equipe na última rodada, indicou que a competição está acabada para o Real, apesar de ainda haver chances matemáticas.

A equipe, porém, mantém o sinal de alerta ligado e não poderá focar apenas na disputa da Liga dos Campeões. O Villarreal, quarto colocado, está apenas dois pontos atrás do Real e ameaça roubar a posição dos 'blancos' em caso de novo vacilo no Espanhol.

Além da situação ruim, há problemas dentro do elenco. Após a derrota para o Atlético, Cristiano Ronaldo provocou uma grande polêmica ao afirmar que se seus companheiros estivessem no mesmo nível do que ele, o time estaria numa situação diferente.

O atacante português se reuniu com o elenco para explicar as declarações nesta segunda-feira. Segundo a imprensa espanhola, no encontro, ele disse ter sido mal interpretado e que não quis menosprezar nenhum companheiro.

Para continuar sonhando em ultrapassar o Real, o Villareal tem um confronto mais do que difícil na rodada. O 'Submarino Amarelo' encara na quarta-feira o Celta de Vigo, quinto colocado com 41 pontos, no estádio Balaídos, em Vigo. Nove pontos separam as duas equipes depois da última rodada, quando o Villarreal venceu o Levante, por 3 a 0, e o Celta bateu o Getafe, por 1 a 0.

O Sevilla, sexto colocado com a mesma pontuação do Celta, vem de uma grande atuação diante do Barcelona no Camp Nou. Apesar da derrota por 2 a 1, a equipe teve chances de empatar e retorna ao Ramón Sánchez Pizjuán para enfrentar o Eibar, na oitava posição, com 36 pontos, um confronto direto por vagas nos torneios europeus.

O Athletic Bilbao, no sétimo lugar, com 38, também segue na briga após a grande vitória na última rodada sobre o Valencia, no estádio Mestalla, por 3 a 0. Nesta quarta-feira, a equipe enfrenta o Deportivo La Coruña, 11º colocado, no San Mamés.



Programação da 27ª rodada do Campeonato Espanhol:.

Terça-feira.

Atlético de Madrid - Real Sociedad.

Las Palmas - Getafe.

Quarta-feira.

Sevilla - Eibar.

Celta de Vigo - Villarreal.

Málaga - Valencia.

Athletic Bilbao - Deportivo La Coruña.

Levante - Real Madrid

Quinta-feira.

Granada - Sporting Gijón.

Espanyol - Betis.

Rayo Vallecano - Barcelona.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo