Esporte

Bach diz não haver provas de fraude na escolha de sedes dos Jogos Olímpicos

02/03/2016 16h47

Redação Central, 2 mar (EFE).- Presidente do COI, o alemão Thomas Bach disse nesta quarta-feira que não existem provas de irregularidades na escolha das sedes dos Jogos Olímpicos de 2016 e 2020, ambas sob investigação pela justiça da França.

"Desde que surgiram os primeiros rumores, nos dirigimos a WADA e às autoridades francesas. Até agora, não temos nenhuma prova a esse respeito, e isso foi confirmado pelas autoridades francesas, hoje, em pronunciamento", garantiu o líder da entidade olímpica.

A investigação da justiça diz respeito a supostas irregularidades cometidas pelo ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), o senegalês Lamine Diack, que também era membro do COI durante a escolha das sedes.

Em entrevista à emissora de televisão "France Info", o secretário de Estado do Esporte na França, Thierry Braillard, explicou as suspeitas que recaem sobre os processos de escolhas das sedes dos Jogos de 2016 e 2020.

De acordo com o representante do governo, os indícios são de tráfico de influências, mas que as investigações não atingiriam atuais membros da diretoria do COI.

"Pelo que entendi, o quem aparece questionado é o o antigo presidente da Federação Internacional de Atletismo", afirmou.

Bach admitiu hoje que nenhuma instituição está imune a atos corruptos, mas que, por isso, foi adotada política de tolerância zero e de maior preocupação com a transparência dos processos que a entidade empreende.

"É dever e obrigação de uma organização pôr todos os instrumentos possíveis contra a corrupção, mas, além disso, somos muito proaticos. Não esperamos que as denúncias cheguem de fora. Nós mesmos a procuramos. Assim fizemos nesse caso", garantiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo