Topo

Esporte

Medalhista de prata em Londres 2012, remadora australiana morre aos 33 anos

03/03/2016 12h00

Redação Central, 3 mar (EFE).- A remadora australiana Sarah Tait, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, morreu aos 33 anos, em Melbourne, vítima de câncer, informou nesta quinta-feira o comitê olímpico do país.

A atleta ficou com a segunda colocação na prova do dois sem, junto com Kate Hornsey. Além disso, Tait havia disputado os Jogos de 2004 e 2008. Em 2005, a australiana ganhou duas medalhas no Mundial, uma de ouro e uma de prata, e em 2011, um bronze.

Tait tinha dois filhos, nascidos em 2009 e 2013, ano em que foi diagnosticada com câncer no colo do útero. Em seguida, a remadora abandonou a carreira para se submeter a tratamento médico.

"Ela lutou até o fim. O legado que deixa para as mulheres jovens, que querem conciliar a maternidade com o esporte de alto nível, é verdadeiramente inspirador", disse John Coates, presidente do Comitê Olímpico Australiano.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte