Esporte

Palmeiras tenta confirmar boa fase em confronto com Nacional uruguaio

08/03/2016 16h42

São Paulo, 8 mar (EFE).- O Palmeiras espera enterrar, definitivamente, a crise nesta quarta-feira, quando receberá o Nacional, do Uruguai, pela terceira rodada do grupo 2 da Taça Libertadores, em que ocupa a liderança isolada, com quatro pontos.

Na semana passada, o Verdão suou muito a camisa, viveu altos e baixos, mas venceu o Rosario Central por 2 a 0, com gols dos atacantes argentinos Jonathan Cristaldo e Agustín Allione. O resultado se somou ao empate com o River Plate uruguaio em 2 a 2, fora de casa, na estreia.

Depois da primeira vitória na Libertadores, a equipe comandada por Marcelo Oliveira ainda se reabilitou no Campeonato Paulista, batendo o Capivariano por 4 a 1, assumindo a liderança do grupo B da competição regional.

O principal legado dos dois resultados positivos é a volta da tranquilidade, ou a menos um pouco mais dela, para o técnico palmeirense, que vinha sendo muito questionado pelos resultados, mas também pelas atuações abaixo da média do atual campeão da Copa do Brasil.

Para esta quarta-feira, Oliveira ainda poderá contar com o atacante paraguaio Lucas Barrios, recuperado de distensão muscular, sofrida na estreia da competição continental. Os zagueiros Edu Dracena e Roger Carvalho, e o volante Gabriel foram outros liberados pelo departamento médico nos últimos dias.



No Nacional, o técnico Gustavo Munúa desembarcou no Brasil com muitas dores de cabeça por causa dos dois zagueiros titulares, já que o capitão Diego Polenta está vetado, por lesão, e Erick Cabaco está suspenso.

Os substitutos deverão ser Sebastián Gorga e o experiente Mauricio Victorino, que passou pelo Cruzeiro e pelo próprio Palmeiras. A passagem pelo Palestra, no entanto, foi apagada, seguida de transferência para o Independiente, da Argentina.

Outros conhecidos dos brasileiros são o lateral-direito Jorge Fucile, ex-Santos, provável titular, e Léo Gamalho, que se destacou no ano passado com a camisa do Avaí, e é reserva do ataque 'albo'.



Prováveis escalações:.

Palmeiras: Fernando Prass; Lucas, Thiago Martins, Vítor Hugo e Zé Roberto; Arouca, Jean e Robinho; Dudu, Gabriel Jesus (ou Barrios) e Cristaldo. Técnico: Marcelo Oliveira.

Nacional: Conde; Fucile, Gorga, Victorino e Espino; Porras, Romero, González e Barcia; López e Ramírez (ou Fernández). Técnico: Gustavo Munúa.

Árbitro: Julio Bascuñán (Chile), auxiliado pelos compatriotas Francisco Mondría e Marcelo Barraza.

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo