Esporte

Com "carrasco" do Chile, Galo defende liderança de grupo contra o Colo-Colo

09/03/2016 14h52

Santiago (Chile), 9 mar (EFE).- Líder do grupo 5 da Taça Libertadores, com duas vitórias em duas partidas, o Atlético-MG terá, em tese, seu desafio mais difícil rumo às oitavas de final nesta quinta-feira, enfrentando o Colo-Colo no Estádio Monumental, em Santiago.

Um trunfo do Galo na tentativa de se manter na ponta de maneira isolada é o atacante Robinho, bastante acostumado a fazer gols pela seleção brasileira contra o Chile. O camisa 7 balançou a rede nove vezes em oito partidas contra 'La Roja', um recorde entre atletas do país.

O time dirigido por Diego Aguirre soma seis pontos, dois a mais que o adversário desta quinta, vice-líder. O Independiente Del Valle também tem quatro pontos, mas com três jogos disputados, enquanto o Melgar ainda não pontuou.

Embora esteja fora de forma, como ele mesmo reconheceu, Robinho tem a seu favor o retrospecto contra chilenos e também o moral de quem marcou três gols no último domingo, na vitória sobre a Tombense por 4 a 1, pelo Campeonato Mineiro.

"Espero continuar jogando bem contra chilenos, agora pelo Galo. Respeitando o adversário, tomara que a gente vença lá. Estamos animados e bastante confiantes", declarou o atacante, principal reforço da equipe mineira para a temporada.

Aguirre tem os principais jogadores do elenco à disposição e provavelmente repetirá a escalação do jogo contra a Tombense. Com isso, Erazo atuará ao lado de Leonardo Silva na zaga, e Cazares será titular no meio-campo, com Dátolo no banco.

"Será um jogo muito difícil, sabemos que eles sairão para o ataque desde o primeiro minuto", destacou Erazo, que chegou ao Galo no começo do ano vindo do Grêmio.

No Colo-Colo, os planos do técnico José Luis Sierra sofreram um duro golpe nesta terça-feira, quando foi confirmada uma distensão muscular na coxa direita do zagueiro Matías Zaldivia, um dos alicerces da equipe.

Com elenco limitado, o ex-meia do São Paulo provavelmente recuará o volante Baeza e escalará Martín Rodríguez no meio. A equipe ainda terá outros dois ex-atletas de equipes brasileiras, os meias Gonzalo Fierro e Jean Beausejour, que defenderam respectivamente Flamengo e Grêmio e agora atuam como laterais.



Prováveis escalações:.

Colo-Colo: Villar; Fierro, Baeza, Barroso e Beausejour; Pavez, Valdés, Rodríguez e Tonso; Delgado e Paredes. Técnico: José Luis Sierra.

Atlético-M: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete e Rafael Carioca; Luan, Cazares e Robinho; Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

Árbitro: Gery Vargas (Bolívia), auxiliado pelos compatriotas Juan Pablo Montaño e Luis Yrusta.

Estádio: Monumental, em Santiago (Chile).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo