Esporte

PSG castiga Chelsea pelo 2º ano seguido em Londres e avança na Champions

09/03/2016 18h47

Londres, 9 mar (EFE).- Assim como aconteceu na última temporada, o Paris Saint-Germain arrancou nesta quarta-feira a classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões contra o Chelsea em pleno estádio Stamford Bridge, em Londres, desta vez com uma vitória por 2 a 1.

O PSG tinha a vantagem de ter vencido na ida, no Parc des Princes, também por 2 a 1, mas começou melhor na capital britânica e fez 1 a 0, com Rabiot. Diego Costa até buscou o empate, em bonito gol, mas Ibrahimovic balançou a rede e confimou a presença da equipe francesa entre os oito melhores da Europa pelo terceiro ano seguido.

As duas equipes vêm alimentando uma rivalidade há dois anos. Em 2014, os 'Blues' levaram a melhor em confronto de quartas de final da 'Champions', mas sofreram o troco no ano passado. O duelo de hoje, portanto, desempatou o histórico a favor do PSG.

O time de Paris se tornou o quarto classificado para as quartas de final desta edição da Liga e tem em comum com os outros três o fato de ter levado a melhor tanto na ida quanto na volta. Foi assim também com Real Madrid, Wolfsburg e Benfica diante de Roma, Gent e Zenit São Petersburgo, respectivamente.

Os quatro esperam agora o resultado dos outros quatro confrontos de oitavas e depois a realização do sorteio do chaveamento, marcado para 18 de março, em Nyon (Suíça).

Na escalação do Chelsea, a grande novidade foi a presença do atacante Kenedy mais uma vez improvisado na lateral esquerda. Com os principais titulares da linha de frente à disposição, o técnico Guus Hiddink escalou Pedro de um lado, Willian de outro e Hazard centralizado, o que fez com que Oscar fosse para o banco, entrando na segunda etapa no lugar do meia-atacante belga.

O PSG teve defesa quase toda brasileira, com Marquinhos na lateral direita, Maxwell na esquerda, David Luiz e Thiago Silva no miolo de zaga. Além deles, o volante naturalizado italiano Thiago Motta e o atacante Lucas também apareceram na formação inicial.

Mal a partida começou e o goleiro Trapp já foi exigido. Logo aos dois minutos do primeiro tempo, Willian aproveitou vacilo da zaga dos visitantes e tocou para Diego Costa, que limpou David Luiz e chutou buscando o canto esquerdo. O alemão saltou e espalmou para o lado.

A resposta do PSG não demorou a acontecer. Aos cinco minutos, Lucas costurou a defesa do Chelsea e tocou para Di María, que tirou do goleiro Courtois. A bola tinha endereço certo, o gol, mas Ivanovic interceptou de carrinho quase em cima da linha. Um minuto depois, David Luiz ajeitou de cabeça, Ibrahimovic driblou o arqueiro belga e estufou a rede, mas foi flagrado em impedimento.

Apesar de ter a vantagem do empate, o atual tricampeão francês atacava mais e foi premiado aos 15 minutos. Di María abriu na direita para Ibrahimovic, que cruzou por baixo. Nenhum defensor dos 'Blues' cortou e Rabiot completou para o gol, fazendo 1 a 0.

Mas, da mesma forma que colheu os frutos da postura ofensiva, o PSG foi castigado por recuar após abrir o placar, e os donos da casa empataram aos 26. Pedro ganhou dividida com Rabiot e tocou para Willian, que esticou para Diego Costa. O brasileiro naturalizado espanhol entortou Thiago Silva e arrematou rasteiro, para o fundo da rede.

Bastante efetivo, Lucas foi lançado na ponta direita e cruzou buscando Ibrahimovic, aos 34. O sueco subiu bem, mas cabeceou no meio do gol e facilitou o trabalho de Courtois.

Os últimos minutos antes do intervalo foram de pressão do atual campeão inglês, que teve ao menos três boas oportunidades. A primeira foi de Fàbregas, que, aos 39, aproveitou passe de cabeça de Pedro e mandou rente à trave. As outras duas, aos 42 e aos 45, caíram nos pés de Diego Costa, mas em uma ele demorou a definir e ficou sem a bola e na outra Trapp defendeu.

Logo na volta dos vestiários, aos três minutos, o Chelsea voltou a incomodar. Willian fez fila pela direita e passou para Diego Costa, que teve chute bloqueado. Na sobra, foi Fàbregas quem tentou, mas David Luiz entrou na frente e salvou o time de Paris.

Aos poucos, a partida foi ficando mais truncada, mais estudada e com menos chances de gol. Criticado por ser pouco decisivo em mata-matas da Champions, Ibrahimovic falhou aos 16, quando disparou pela esquerda, mas adiantou muito e parou em Courtois.

Os 'Blues' tentavam de todas as maneiras, mas a bola não entrava. Aos 19, Willian finalizou, Trapp espalmou e ainda parou o rebote de Hazard. Na sobra, o próprio Willian foi travado.

E 'Ibra', o criticado por não resolver, foi o responsável por desempatar e encaminhar a classificação da equipe francesa. Aos 21 minutos, Thiago Motta enfiou na ponta esquerda para Di María, que cruzou por baixo para o camisa 10 concluir para o gol.

Desanimado, o Chelsea precisava de três gols para se classificar, mas não esboçou reação. As melhores chances eram do representante da França, como a de Di María, aos 28 minutos. Depois de cruzamento de Ibrahimovic, o argentino tentou de letra, mas o goleiro pegou facilmente.

Os comandados de Laurent Blanc administravam o resultado da melhor maneira possível: mantendo-se no ataque. Em jogada parecida à do segundo gol, aos 34, foi Maxwell quem tocou da esquerda para o meio da área. Desta vez, porém, 'Ibra' se enrolou e deixou nas mãos de Courtois.

Com os donos da casa entregues, o PSG nem precisou atacar mais para segurar o resultado. O time trocou passes ao som dos gritos de "olé" de sua torcida e ficou esperando o apito final.



Ficha técnica:.

Chelsea: Courtois; Azpilicueta, Ivanovic, Cahill e Kenedy; Mikel e Fàbregas; Pedro, Hazard (Oscar) e Willian; Diego Costa (Traoré). Técnico: Guus Hiddink.

Paris Saint-Germain: Trapp; Marquinhos, Thiago Silva, David Luiz e Maxwell; Thiago Motta, Rabiot e Matuidi (Van der Wiel); Di María (Cavani), Lucas (Pastore) e Ibrahimovic. Técnico: Laurent Blanc.

Árbitro: Felix Brych (Alemanha), auxiliado pelos compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Cartões amarelos: Fàbregas e Mikel (Chelsea); Rabiot, Thiago Motta e Matuidi (PSG).

Gols: Diego Costa (Chelsea); Rabiot e Ibrahimovic (PSG).

Estádio: Stamford Bridge, em Londres (Inglaterra).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo