Esporte

São Paulo tenta "compensar" derrota em casa com bom resultado contra o River

09/03/2016 13h43

Buenos Aires, 9 mar (EFE).- Derrotado pelo The Strongest na estreia pelo grupo 1 da Taça Libertadores em pleno Pacaembu, o São Paulo voltará a campo pela competição continental nesta quinta-feira diante do River Plate, em Buenos Aires, e buscará no estádio Monumental de Nuñez um resultado que amenize o prejuízo do início ruim.

Atual campeão, o River começou em grande estilo, com uma goleada sobre o Trujillanos por 4 a 0 na Venezuela. Já o Tricolor sofreu e primeira vitória do Strongest como visitante na competição desde 1982.

Com isso, um revés na Argentina pode deixar a equipe dirigida por Edgardo Bauza muito distante do mata-mata, já que levaria o River a seis pontos, mesmo número do representante boliviano, que já entrou em campo pela segunda rodada e também bateu o Trujillanos.

"Contra o River, jogamos o semestre. A equipe tem consciência disso. Vamos dar o máximo para ver se temos o futebol necessário para seguir em frente", afirmou o zagueiro Diego Lugano.

Com o time sob pressão, já que os resultados no Campeonato Paulista também não têm agradado, Bauza apostará na experiência. Na zaga, Rodrigo Caio dará lugar a Maicon, que formará dupla com Lugano. No meio-campo, Michel Bastos se recuperou de lesão na coxa direita, mas ainda é dúvida e talvez comece no banco, com Carlinhos no 11 inicial.

O São Paulo contará também com os gols de um velho conhecido da torcida adversária. Calleri está acostumado a enfrentar o River, já que foi contratado junto ao principal rival dos 'Millonarios', o Boca Juniors.

Aliás, o último jogo do time dirigido por Marcelo Gallardo foi justamente contra o Boca, no domingo passado, e houve empate sem gols. Com isso, o River é oitavo colocado no grupo A do Campeonato Argentino, com oito pontos.

Gallardo tem de quebrar a cabeça para escalar a equipe. A principal ausência é a do zagueiro Jonathan Maidana, com um problema na coxa direita. Sem muitas opções, o treinador improvisará o volante Leonardo Ponzio ou o lateral-direito Gabriel Mercado.

Outra baixa é o armador Leonardo Pisculichi, enquanto os meias Andrés D'Alessandro e Tabaré Viudez até estão recuperados de contusão, mas ainda não se sabe se poderão começar jogando.

"Estamos em condições de defender o título da Libertadores. Temos elenco, temos boas bases e alicerces. Acreditamos que podemos chegar ao bicampeonato, é um objetivo do qual eu gosto", comentou Gallardo.



Prováveis escalações:.

River Plate: Barovero; Mercado, Ponzio, Mammana e Vangioni; Domingo, Mayada e Fernández; Driussi, Mora e Alario. Técnico: Marcelo Gallardo.

São Paulo: Denis, Bruno, Maicon, Lugano e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Ganso, Michel Bastos (Carlinhos) e Centurión; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.

Árbitro: Julio Bascuñan (Chile), auxiliado pelos compatriotas Francisco Mondria e Marcelo Barraza.

Estádio: Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo