Esporte

Em vantagem contra o Dínamo, City busca classificação inédita na Champions

14/03/2016 17h05

Londres, 14 mar (EFE).- O Manchester City está muito próximo de se classificar para as quartas de final da Liga dos Campeões pela primeira vez na história, mas para isso precisará espantar a zebra diante do Dínamo de Kiev nesta terça-feira, no estádio Etihad, e administrar a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 3 a 1 na Ucrânia.

Com o triunfo obtido no último dia 24 em Kiev, os 'Citizens' poderão perder por um gol de diferença ou até mesmo por 1 a 0 que mesmo assim estarão entre os oito melhores da principal competição europeia pela primeira vez.

Esta é apenas a quinta participação do City na 'Champions'. Na estreia, na temporada 1968/1969, foi eliminado logo na primeira eliminatória. Depois disso, viveu um longo jejum fora do torneio até voltar a se classificar para a edição 2011/2012. De lá para cá, houve uma queda na fase de grupos e duas nas oitavas de final, ambas diante do Barcelona.

"A vantagem obtida na ida é muito importante, mas a eliminatória ainda não está definida. O pior que poderíamos pensar é que já estamos classificados. É fundamental saber que enfrentaremos uma grande equipe como o Dínamo de Kiev", disse o técnico Manuel Pellegrini.

O City não poderá contar com os meio-campistas Fabian Delph, Samir Nasri e Kevin De Bruyne, todos machucados. Por outro lado, Yaya Touré está de volta depois de ter sido baixa no empate com o Norwich em 0 a 0, no último sábado, pelo Campeonato Inglês. "Yaya está recuperado, não tem problema algum e pode jogar", confirmou Pellegrini.

Depois do adeus do Manchester United ainda na fase de grupos e da queda do Chelsea na semana passada e com a iminente eliminação do Arsenal para o Barcelona, o City poderá ser o único representante da Inglaterra nas quartas.

O Dínamo viajou para Manchester consciente de que reverter a desvantagem é quase impossível, mas leva em conta os resultados recentes do adversário, que vem de tropeço contra o Norwich e há duas semanas perdeu para o Liverpool por 3 a 0.

O time de Kiev, que não se colocava nas oitavas desde 1999, confia também no bom momento vivido no Campeonato Ucraniano, em que ultrapassou o Shakhtar Donetsk e assumiu a liderança, e particularmente na boa fase do atacante Yarmolenko, desfalque na ida.



Prováveis escalações:.

Manchester City: Hart; Zabaleta, Kompany, Otamendi e Clichy; Fernando e Yaya Touré (Fernandinho); Navas, Silva e Sterling (Bony); Agüero. Técnico: Manuel Pellegrini.

Dínamo de Kiev: Shovkovskiy; Danilo Silva, Vida, Dragovic e Antunes; Gusev, Garmash, Miguel Veloso e Ribalka; Yarmolenko e Junior Moares (Kravets). Técnico: Serhiy Rebrov.

Árbitro: Ovidiu Hategan (Romênia), auxiliado pelos compatriotas Octavian Sovre e Sebastian Gheorghe.

Estádio: Etihad, em Manchester.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo