Esporte

Com má pontaria, São Paulo empata na Venezuela e se complica na Libertadores

17/03/2016 00h23

(Corrige 3º parágrafo).

Valera (Venezuela), 16 mar (EFE).- Diante de um adversário inferior tecnicamente, o São Paulo teve tudo para sair com uma vitória do estádio José Alberto Pérez, na cidade venezuelana de Valera, mas apenas empatou com o Trujillanos em 1 a 1 nesta quarta-feira e se complicou no grupo 1 da Taça Libertadores.

Foram 17 finalizações do Tricolor contra a meta do goleiro Pérez, mas apenas uma, de Paulo Henrique Ganso, entrou e outras três foram no alvo. O próprio meia desperdiçou uma cobrança de pênalti no segundo tempo, carimbando o travessão. O gol dos donos da casa, o primeiro do duelo, foi de Rojas.

Com o resultado, o time paulista continua na terceira posição da chave, com apenas dois pontos, enquanto o Trujillanos tem um. O líder é o The Strongest, que arrancou um empate com o River Plate em 1 a 1 no último minuto em La Paz e soma sete, dois a mais que o atual campeão.

O próximo compromisso do tricampeão da América pela competição continental está marcado para o próximo dia 5, quando a equipe voltará a enfrentar os venezuelanos, desta vez no Morumbi.

O técnico Edgardo Bauza teve problemas para escalar o São Paulo. O meia Michel Bastos sentiu dores na coxa direita e nem viajou junto com a delegação, enquanto o argentino Jonathan Calleri cumpriu suspensão, e o zagueiro Breno também se recupera de lesão.

Na zaga, o 'Patón' manteve o rodízio entre Lugano, Rodrigo Caio e Maicon, com os dois primeiros como titulares. Centurión voltou à formação inicial, e Alan Kardec cumpriu os prognósticos exercendo a função de centroavante.

Antes do pontapé inicial, uma trapalhada da organização chamou atenção. No momento da execução dos hinos nacionais, em vez do brasileiro, foi entoado o argentino. A falha não foi corrigida.

A primeira chance da partida foi do Tricolor, logo aos quatro minutos de bola rolando, com Thiago Mendes. O volante tabelou com Ganso e chutou cruzado para fora.

O jogo era lá e cá no começo, com os dois times buscando o ataque. O Trujillanos fez sua primeira tentativa aos nove, quando Cabezas driblou o goleiro Denis duas vezes. Entretanto, o atacante ficou sem ângulo e não conseguiu mandar para a rede.

O São Paulo finalizava mais, mas faltava pontaria. Aos 13 minutos, Thiago Mendes tentou de longe e isolou. Na sequência, aos 21, Carlinhos cruzou e Alan Kardec tentou de cabeça, mas também errou o alvo.

Com dificuldades de chegar à área adversária trocando passes, o tricampeão continental apostava nas tentativas de longe e no chuveirinho. Aos 31 minutos, foi Ganso quem aproveitou cruzamento e cabeceou, tirando tinta da trave.

Com tantas oportunidades criadas para os dois lados, a rede enfim balançou aos 35, e os donos da casa fizeram 1 a 0. Granados levantou da direita na segunda trave, Rojas ganhou de Lugano no alto e cabeceou no canto esquerdo.

O empate não demorou a acontecer, veio dois minutos depois. Thiago Mendes cruzou, Ganso dominou com toda a sua categoria, levou para o pé esquerdo e chutou para deixar tudo igual.

O Tricolor se mostrou melhor no 1 a 1 que no 0 a 0, mas quem assustou ainda antes do intervalo foi o Trujillanos. Aos 42, Rojas recebeu passe da esquerda de Nieves e tirou tinta da trave esquerda.

Na volta do vestiário, o time paulista tentou se impor, mas continuava chutando sem muito capricho. Carlinhos, aos seis minutos, e Hudson, aos oito, bateram de longe, mas nenhum dos dois deu trabalho ao goleiro Pérez.

Criticado em muitos momentos, Ganso vem sendo o melhor jogador são-paulino neste começo de temporada e provou isso aos 17 minutos, quando descolou ótimo passe para Carlinhos, que invadiu a área e sofreu pênalti. Na cobrança, porém, o camisa 8 foi mal e acertou o travessão.

Foi a terceira penalidade a favor do São Paulo na temporada, e todas até agora foram desperdiçadas. Calleri e Michel Bastos também já falharam em 2016.

O erro não abateu o Tricolor, que passou a se manter ainda mais no campo de ataque. O problema continuava sendo a mira. Aos 26 minutos, Carlinhos limpou a marcação pela esquerda e encheu o pé por cima do travessão. Um minuto depois, Rodrigo Caio aproveitou cruzamento de Ganso e cabeceou a centímetros do gol, e aos 28 Thiago Mendes chutou de fora e também cedeu tiro de meta.

Nenhuma das equipes se deu por satisfeita com o empate, e a reta final do duelo foi eletrizante. Aos 37 minutos, Rojas foi acionado sozinho na cara de Denis, mas arrematou por cima. O mesmo aconteceu três minutos depois com Kelvin, substituto de Carlinhos, que bateu de pé esquerdo e encobriu o travessão.

O empate foi ruim, mas o São Paulo deixou um buraco na defesa aos 43 minutos e escapou por muito pouco da derrota. Cabezas partiu livre e também ficou de frente para o arqueiro tricolor, mas não teve calma e concluiu muito mal, para fora.



Ficha técnica:.

Trujillanos: Pérez; Granados, Erazo, Cuevas e Páez; Osorio, Nieves (Britos), Cova e Sosa (González); Rojas (Vivas) e Cabezas. Técnico: Horacio Matuszyczk.

São Paulo: Denis; Bruno (Caramelo), Lugano, Rodrigo Caio e Mena; Thiago Mendes, Hudson, Ganso e Carlinhos (Kelvin); Centurión (Rogério) e Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza.

Árbitro: Wilson Lamoroux (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Alexander León e Dionisio Ruiz.

Cartões amarelos: Cabezas, Páez e Britos (Trujillanos); Rodrigo Caio, Carlinhos e Caramelo (São Paulo).

Gols: Rojas (Trujillanos); Ganso (São Paulo).

Estádio José Alberto Pérez, em Valera (Venezuela).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo