Esporte

"Não se deve respeitar tanto o Brasil", afirma zagueiro do Uruguai

22/03/2016 22h48

Montevidéu, 22 mar (EFE).- O zagueiro Mauricio Victorino disse nesta terça-feira que "não se deve respeitar tanto o Brasil", e que espera que a seleção do Uruguai tenha coragem para jogar "pra frente" nesta sexta-feira na partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 que será disputada em Recife.

"Temos que respeitá-los como a todos, mas também temos que nos animar a partir pra cima", comentou o jogador do Nacional, que no Brasil já defendeu as cores de Cruzeiro e Palmeiras.

Victorino afirmou ainda que Neymar não é o único destaque da seleção brasileira e, embora tenha ressaltado a qualidade dos rivais de sexta-feira, garantiu que a Celeste também tem uma boa equipe.

"Não vou marcar Neymar sozinho. O Brasil não é só Neymar, apesar de ser o principal jogador, tem grandes nomes que estão nas melhores ligas, mas nós também temos", opinou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo