Esporte

Presidente do COI condena atentados "odiosos" e "covardes" em Bruxelas

22/03/2016 14h53

Redação Central, 22 mar (EFE).- Presidente do COI, o alemão Thomas Bach, condenou veementente nesta terça-feira, por meio de comunicado, os atentados que ocorreram mais cedo em Bruxelas, na Bélgica, que deixaram, pelo menos, 30 mortos.

"Estes e outros atos terroristas, em diferentes países, mostram que os valores olímpicos de entendimento, respeito e paz são mais importantes do que nunca para nosso mundo", diz o texto divulgado pelo Comitê Olímpico Internacional.

Bach classificou os ataques de hoje como "odiosos" e "covardes", e que vão contra os valores humanos e olímpicos. O dirigente ainda aproveitou para transmitir condolências a todos os familiares de vítimas.

Hoje, pelo menos 30 pessoas morreram e outras 136 ficaram feridas nos atentados desta terça-feira no aeroporto de Zaventem, em Bruxelas, e na estação de metrô de Maalbeek, informaram o prefeito da cidade, Yvan Mayeur, e a ministra da Saúde da Bélgica, Maggie de Block.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo