Esporte

Líder, Equador recebe Paraguai pela 5ª rodada das Eliminatórias

23/03/2016 15h53

Guayaquil (Equador), 23 mar (EFE).- A seleção equatoriana, única que segue com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, recebe nesta quinta-feira o Paraguai, que pretende subir os 2.850 metros de altitude de Quito e embolar a tabela da competição.

Os donos da casa estão com 12 pontos, três a frente do Uruguai, cinco distante do Brasil e dos adversários na quinta rodada - assim como do Chile. Como vice-líder e terceiro colocado se enfrentarão na Arena Pernambuco, nesta sexta-feira, uma vitória dos Guaranis poderá representar salto para o segundo posto.

O retrospecto em Quito, no entanto, indica um amplo favoritismo para os anfitriões, que em Eliminatórias, derrotaram o Paraguai em seis de sete partidas, tendo empatado a restante. No duelo mais recente, o Equador levou a melhor por 4 a 1, no jogo que assegurou a vaga para o país na Copa do Mundo disputada no Brasil, em 2014.

Para o jogo desta quinta-feira, os donos da casa não terão o artilheiro isolado da competição, Felipe Caicedo, que balançou as redes quatro vezes e está lesionado, assim como seu companheiro de ataque, Miler Bolaños, do Grêmio, que fraturou a mandíbula no clássico com o Inter, pelo Campeonato Gaúcho.

Fidel Martínez, ex-Cruzeiro, deve ser escalado no setor ofensivo, ao lado de Enner Valencia ou de Juan Cazares, que desde o início deste ano atua no Atlético Mineiro. Ángel Mena, Jaime Ayoví e Michael Arroyo correm por fora por vaga no ataque.

Outro problema para o técnico Gustavo Quinteros é no gol, já que Alexander Domínguez, titular, está com quadro febril e poderá ser substituído por Esteban Dreer.

O técnico argentino Ramón Díaz, tem feito mistério, principalmente, sobre o setor ofensivo que alinhará para o duelo com os equatorianos, testando diferentes opções, enquanto, dos volantes para trás, a equipe está escalada.

No meio, Derlis González, Édgar Benítez, Osvaldo Martínez e Rodrigo Rojas disputam posição, enquanto no ataque, as vagas são disputadas por Lucas Barrios, Darío Lezcano, Jorge Benítez e o jovem Tony Sanabria.

As opções, no entanto, são todas táticas e técnicas, já que a 'Albirroja' chegará a Quito sem qualquer problema de lesão. Vale lembrar que, depois do Equador, o adversário dos comandados por Díaz será a seleção brasileira, na terça-feira, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção.



Prováveis escalações:.

Equador: Domínguez (ou Dreer); Paredes, Erazo, Achilier e Ayoví; Quiñónez, Noboa, Antonio Valencia e Jefferson Montero; Martínez, Enner Valencia (ou Cazares). Técnico: Gustavo Quinteros.

Paraguai: Anthony Silva; Valdez, Gómez, Da Silva e Samudio; Ortiz, Ortigoza, González (ou Martínez) e Edgar Benítez (ou Rojas); Barrios (ou Jorge Benítez) e Lezcano (ou Sanabria). Técnico: Ramón Díaz.

Árbitro: Daniel Fedorczuk (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolás Taran Méndez e Richard Díaz.

Estádio: Olímpico Atahualpa, em Quito (Equador).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo