Esporte

"Se o medo vencer, acabaríamos sem viver", diz técnico da Itália

23/03/2016 18h17

Roma, 23 mar (EFE).- O técnico da seleção italiana, Antonio Conte, admitiu nesta quarta-feira que não será fácil encarar o amistoso de amanhã contra a Espanha "como se nada tivesse acontecido", em relação aos atentados terroristas ocorridos ontem na Bélgica, mas disse que procura encarar o medo de frente para evitar que o futebol sucumba ao terror.

"Acredito que não podemos e não devemos nos deixar assustar. Se o medo vencer, acabaremos sem viver. Isto não tem que acontecer, o futebol é alegre, uma festa. Se nos fecharmos pelo medo de que algo aconteça, será a verdadeira morte", declarou o treinador.

"Não podemos fazer como se nada tivesse passado. É algo que dá medo, mas há um evento esportivo e é correto que seja disputado. Temos que nos preparar da melhor maneira", acrescentou.

Em relação ao jogo em si, Conte mostrou grande respeito em relação à Espanha, que segundo ele é "uma das favoritas" ao título da Eurocopa deste ano.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo