Esporte

Espanha esbarra na melhor defesa das Eliminatórias e empata com a Romênia

27/03/2016 17h54

Cluj (Romênia), 27 mar (EFE).- Sem mostrar muita inspiração e diante da melhor defesa das Eliminatórias para a Eurocopa deste ano, com apenas dois gols sofridos em dez jogos, a Espanha não passou de um empate com a Romênia em 0 a 0 em amistoso disputado neste domingo na Cluj Arena, em cidade romena de mesmo nome.

O jogo em Cluj não foi dos mais empolgantes. A seleção visitante, que a partir de 10 de junho buscará o terceiro título seguido da Euro, teve apenas lampejos de bom futebol, enquanto os donos da casa priorizaram o setor defensivo e atacou menos.

Foi o segundo empate seguido de 'La Roja', que na quinta-feira ficou no 1 a 1 com a Itália em Údine. Já os romenos haviam batido a Lituânia por 1 a 0 um dia antes também em seu território, na cidade de Giurgiu.

O técnico da Espanha, Vicente del Bosque já não contava com o volante Sergio Busquets, o meia Andrés Iniesta e o atacante Diego Costa, todos com problemas físicos. Na última quinta, diante da Itália, perdeu o zagueiro Sergio Ramos, que sentiu dores nas costas durante o confronto com a Itália.

Com tantas baixas e ciente de que este foi o último jogo antes da convocação para a Eurocopa, Del Bosque fez uma série de testes e repetiu apenas um titular em relação ao jogo com a 'Azzurra', o zagueiro Piqué.

Os romenos, dirigidos por Anghel Iordanescu, contam com uma equipe relativamente jovem. Os nomes mais conhecidos são o goleiro Ciprian Tatarusanu, da Fiorentina, e o zagueiro Vlad Chiriches, do Napoli.

A Espanha tentou fazer valer sua superioridade técnica e deu dois sustos em dez minutos de partida. Aos nove, David Silva cruzou em cobrança de falta, Piqué desviou, a bola bateu em Batra e quase enganou Tatarusanu, que conseguiu espalmar. Na linha de frente, o destaque para a dupla Bogdan Stancu e Nicolae Stanciu.

Logo na sequência, aos dez, Silva apareceu mais uma vez como garçom e serviu Pedro, que chutou de primeira. O goleiro defendeu mais uma, e desta vez ainda contou com ajuda de Grigore, que afastou.

Entretanto, a pressão inicial logo esfriou, e a campeã mundial de 2010 voltou a mostrar o futebol preguiçoso e pragmático pelo qual é criticada em seus amistosos. A Romênia então passou a acreditar e incomodou aos 27. Stanciu aproveitou cruzamento de Stancu e bateu cruzado, mas o goleiro Casillas segurou no chão.

O experiente arqueiro, por muitas vezes criticado pela torcida espanhola, brilhou aos 33 minutos. Após dois levantamentos, a defesa não cortou, Stanciu pegou a sobra na entrada da área e arrematou no cantinho. Casillas saltou, se esticou e evitou o gol.

A seleção visitante voltou ao ataque aos 39, mas os erros de passe para uma equipe que prima pela técnica e pelas rotações atrapalhavam. Nolito tabelou com David Silva e percebeu Sergi Roberto chegando, mas tocou fraco e facilitou o trabalho da defesa.

Ao contrário do que costumar acontecer em amistosos entre seleções, os treinadores pouco mexeram no intervalo. Apenas Del Bosque trocou Nolito por Isco. Dessa maneira, a Romênia continuou mais em cima, embora tenha sofrido com Piqué logo com um minuto. O zagueiro do Barcelona dominou livre na área, mas Tatarusanu salvou mais uma vez.

A respota romena veio aos nove minutos, quando Stanciu aproveitou um buraco no meio para progredir e acionar Andone. O centroavante arriscou e mandou para fora.

A partir do segundo terço da etapa final, as trocas começaram, e o jogo esfriou ainda mais, com as defesas levando a melhor. Aos 20 minutos, David Silva rolou mais uma para Pedro, mas a tentativa foi bloqueada por Grigore.

A Espanha voltou a ter maior posse de bola, e os donos da casa se preocupavam mais em defender que em atacar. Aos 30, Stanciu puxou o contragolpe, mas não teve com quem jogar e tentou surpreender Casillas com um chute de longe. A bola saiu em tiro de meta.

Até o último instante, a 'Fúria' trocou passes sem ser muito incisiva, e mesmo na tentativa derradeira não houve finalização. Mata dominou pela direita e rolou para o meio da área até Fàbregas, que dividiu e caiu pedindo pênalti. O árbitro mandou seguir, e o placar ficou mesmo em branco.



Ficha técnica:.

Romênia: Tatarusanu; Sapunaru, Grigore, Chiriches e Filip; Hoban, Pintilii (Ropotan), Stanciu (Sanmartean); Popa (Torje), Stancu (Ivan) e Andone (Rusescu). Técnico: Anghel Iordanescu.

Espanha: Casillas; Mario, Piqué (Nacho), Bartra e Alba; Sergi Roberto (Fàbregas), Koke e David Silva (Morata); Nolito (Isco), Pedro (Mata) e Alcácer (Aduriz). Técnico: Vicente del Bosque.

Árbitro: Ruddy Buquet (França), Guillaume Debart e Philippe Jeanne.

Cartões amarelos: Popa (Romênia); Isco (Espanha).

Estádio: Cluj Arena, em Cluj (Romênia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo