Esporte

Djokovic salva 14 break points contra Thiem e avança no Masters 1000 de Miami

29/03/2016 20h31

Miami (EUA), 29 mar (EFE).- Diante do austríaco Dominic Thiem, uma das principais promessas do circuito masculino atual, o sérvio Novak Djokovic salvou 14 break points e precisou de quatro match points para fechar o jogo, mas venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-4, e se classificou para as quartas de final do Masters 1000 de Miami.

Como já era esperado, o número 1 do mundo encontrou dificuldades diante do 14º colocado do ranking da ATP. O tenista de 22 anos que demonstrou solidez do fundo de quadra e teve nove winners a mais, mas pecou no momento de aproveitar as chances. Em 15 chances, ele quebrou o saque do sérvio em apenas uma, já no segundo set.

'Djoko', por sua vez, cometeu seis erros não forçados a menos e precisou de "apenas" seis break points, dos quais aproveitou três, para fechar o jogo depois de 1h49min.

O sérvio está em busca de duas marcas importantes em Key Briscayne. Uma delas é o sexto troféu, com o qual se igualaria ao americano André Agassi como maior campeão do torneio. A outra, o 28º triunfo em Masters 1000, com o qual ultrapassaria o espanhol Rafael Nadal e se isolaria como recordista de títulos em competições desse porte.

Nas quartas de final, 'Nole' enfrentará o tcheco Tomas Berdych, que também nesta terça bateu o francês Richard Gasquet por 2 a 1, com 6-4, 3-6 e 7-5.

No mesmo quadrante, na parte da chave da qual sairá o possível adversário de Djokovic nas semifinais, o também francês Gilles Simon atropelou o compatriota Lucas Pouille em sets diretos em menos de uma hora, com parciais de 6-0 e 6-1.

O próximo jogo do 18º cabeça de chave será diante do belga David Goffin, 15º favorito, que venceu o argentino Horacio Zeballos por 2 a 0 (7-5 e 6-3).

Outro confronto de quartas de final definido é entre o canadense Milos Raonic e o australiano Nick Kyrgios. O vice-campeão do Masters 1000 de Indian Wells, há pouco mais de uma semana, eliminou o bósnio Damir Dzumhur, também com direito a "pneu", enquanto o polêmico atleta da Oceania despachou o russo Andrey Kuznetsov.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo