Esporte

FIA e escuderias não chegam a acordo sobre novo sistema de qualificação

03/04/2016 11h24

Madri, 3 abr (EFE).- As equipes de Fórmula 1, reunidas neste domingo antes do GP de Bahrein, não chegaram a um acordo sobre o polêmico sistema de qualificação adotado para o presente Mundial, embora tenham descartado o retorno ao método utilizado em 2015.

A reunião, presidida durante hora e meia pelo titular da Federação Internacional de Automobilismo, Jean Todt, e à qual participaram também o promotor da F1, Bernie Ecclestone, e o diretor da Pirelli, Paul Hembery, terminou sem acordo, por isso que as partes voltarão a tratar o assunto na próxima quinta-feira em um local não precisado.

O novo formato de qualificação, que já foi utilizado nesta temporada, recebeu duras críticas das equipes e pilotos, mas Todt e o promotor da F1, Bernie Ecclestone, se opõem a recuperar a antiga fórmula.

"As equipes estavam de acordo em voltar ao formato de 2015, mas Todt e Bernie Ecclestone se opuseram", revelou o diretor da Mercedes, Toto Wolff, após a reunião deste domingo.

O presidente da FIA propunha um acordo unânime entre as partes envolvidas sobre o sistema de qualificação, mas o pacto não se ocorreu.

O novo formato induziu a maioria dos pilotos a não disputar em Melbourne a "pole" no final do Q3, a última parte da sessão de qualificação, por considerar que não tinham chances, a fim de economizar pneus para a corrida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo