Esporte

Zebra se veste de lobo, Wolfsburg vence Real Madrid e fica perto da semifinal

06/04/2016 17h44

Wolfsburg (Alemanha), 6 abr (EFE).- O Wolfsburg tem apelido de lobo, mas nesta quarta-feira virou zebra para subverter a lógica, vencer o favorito Real Madrid por 2 a 0, em casa, e largar na frente na luta por uma das vagas nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa.

O time alemão, que nunca havia ficado entre os oito melhores do continente e era um dos "patinhos feios" do sorteio das quartas, saiu na frente com o lateral-esquerdo suíço Ricardo Rodríguez, em cobrança de pênalti, aos 18 do primeiro tempo, e ampliou com o meia alemão Max Arnold, que marcou sete minutos depois, concluindo passe de Bruno Henrique.

O atacante brasileiro, que foi contratado em janeiro junto ao Goiás, fez o primeiro jogo como titular dos Lobos, ficou 80 minutos em campo, até ser substituído e teve boa participação, até mostrando atrevimento, com direito a tentativa de chapéu em Sergio Ramos, no início do segundo tempo. Pouco depois, ainda deu outro grande passe para André Schürlle, que desperdiçou a oportunidade de ampliar.

O jogo ainda marcou o fim da invencibilidade do costarriquenho Keylor Navas, que chegou a completar 738 minutos sem sofrer gols. Na competição, o camisa 1 do Real Madrid não havia sido superado - no último jogo que a equipe teve as redes balançadas, contra o Shakhtar, na fase de grupos, o espanhol Kiko Casilla era o titular.

As duas equipes se reencontrarão na próxima terça-feira, no estádio Santiago Bernabéu, com os 'blancos' precisando vencer, pelo menos, por três gols de diferença para avançar no tempo normal, ou devolver o 2 a 0, para levar o duelo para a prorrogação. Qualquer outro placar dará a vaga o time verde e branco.

Para o jogo de hoje, os dois técnicos contaram com força máxima. No Wolfsburg, o alemão Dieter Hecking apostou em Bruno Henrique para jogar no lado direito do setor ofensivo, ajudando a municiar Andre Schürlle. Além dele, Naldo e Dante formaram a dupla de zaga.

No Real, o francês Zinedine Zidane apostou em dez dos 11 jogadores que venceram o Barcelona no sábado por 2 a 1. A única mudança foi a saída de Dani Carvajal, substituído por Danilo. Marcelo e Casemiro também começaram jogando.

Logo no primeiro minuto, o time visitante balançou as redes, com Cristiano Ronaldo. A arbitragem comandada pelo italiano Gianluca Rocchi, no entanto, invalidou o lance, marcando impedimento do português, o que gerou muitos protestos.

A primeira ação dos Lobos só aconteceu aos 11 minutos, quando Draxler fez inversão de bola e achou Bruno Henrique no lado oposto do setor ofensivo. O jovem brasileiro, no entanto, testou fraco, nas mãos de Navas. Três minutos depois, o jovem tentou de novo, dessa vez com os pés, mas o costarriquenho voltou a levar a melhor.

Aos 16, quem apareceu foi Casemiro, mas com destaque negativo, quando dividiu bola com Schürle, o alemão caiu e o árbitro marcou pênalti. Ricardo Rodríguez partiu para a cobrança, deslocou o goleiro rival e se tornou o primeiro a superá-lo nesta edição da 'Champions'.

Desnorteado, o Real viu o adversário ampliar ainda 25 minutos do primeiro tempo, quando Bruno Henrique recebeu na direita e deu passe na medida para Arnold, que se antecipou a Sergio Ramos e bateu de primeira para o fundo das redes.

Por muito pouco, o Wolfsburg não fez o jogo virar um passeio ainda aos 28 minutos, quando Schürlle bateu e obrigou Navas a trabalhar. Seis minutos depois, o meia-atacante brasileiros dos donos da casa foi bem de novo e serviu Draxler, que finalizou muito perto do gol.

Ainda antes do intervalo, Zidane foi obrigado a mexer no time, colocando Jesé no lugar de Benzema, que sentiu dores musculares ainda no início da etapa inicial.

O Real Madrid voltou para o segundo tempo com muita fome, e tentou pressionar desde o instante inicial. Aos 3 minutos, Bale disparou pela direita e cruzou rasteiro, Cristiano Ronaldo bateu de primeira, mas pegou mal na bola e errou o alvo.

Como aconteceu no primeiro tempo, o Wolfsburg demorou algum tempo para ameaçar, mas quando o fez, assustou outra vez. Após cruzamento da esquerda de Draxler, Bruno Henrique, que estava de frente para o gol, se esticou todo, mas não alcançou a bola.

Aos 23, de novo o brasileiro apareceu, puxando contra-ataque em alta velocidade e dando ótimo passe para Schürlle, que dominou, ajeitou, cortou Isco e soltou a bomba, por cima do travessão, para desespero da torcida anfitriã.

O Real teve grande oportunidade de diminuir a vantagem aos 27, quando Cristiano Ronaldo foi lançado no lado direito da área, disparou e tocou na saída de Benaglio, que foi ágil e conseguiu fazer defesa espetacular.

Aos 35, Bruno Henrique deixou o gramado, dando lugar ao lateral-direito alemão Christian Trasch, mas mesmo quando se fechou, o Wolfsburg seguiu perigoso, enquanto os visitantes mostravam dificuldade em organizar ataques, apostando em lançamentos para o camisa 7.

Apesar da perda da invencibilidade, Navas ainda salvou o Real aos 43 minutos do segundo tempo, quando Kruse, que havia acabado de substituir Schürlle, recebeu quase na linha de fundo, do lado esquerdo, cortou para o meio e soltou a bomba, obrigando o camisa 1 a se esticar todo para fazer a defesa.



Ficha técnica:.

Wolfsburg: Benaglio; Vierinha, Naldo, Dante e Ricardo Rodríguez; Guilavogui, Luiz Gustavo; Bruno Henrique (Trasch), Arnold e Draxler (Schafer); Schürrle (Kruse). Técnico: Dieter Hecking.

Real Madrid: Navas; Danilo, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Modric (Isco) e Kroos (James Rodríguez); Bale, Cristiano Ronaldo e Benzema (Jesé). Técnico: Zinedine Zidane.

Árbitro: Gianluca Rocchi (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Gianluca Cariolato.

Gols: Rodríguez e Arnold (Wolfsburg).

Cartões amarelos: Vierinha, Benaglio, Luiz Gustavo e Arnold (Wolfsburg); Bale (Real Madrid).

Estádio: Volkswagen Arena, em Wolfsburg.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo