Esporte

Ouro em 2012, México voltará a buscar medalha no futebol, afirma federação

27/04/2016 16h25

Cidade do México, 27 abr (EFE).- O secretário-geral da Federação Mexicana de Futebol, Guillermo Cantù, afirmou nesta quarta-feira que o México prepara uma seleção para voltar a conquistar uma medalha nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mas considerou o desafio difícil.

"Nosso objetivo é buscar uma medalha, e para isso é preciso se preparar muito bem", disse o dirigente mexicano aos veículos de imprensa.

O México o Brasil por 2 a 1 na final do futebol dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e agora o treinador Raúl Gutiérrez trabalha com dezenas de talentos confiante que o país voltará a ser protagonista no Rio de Janeiro.

"Há desejo, convicção e bem preparados podemos esperar uma geração interessante no Rio. É um processo diferente de quatro anos atrás, são meninos diferentes e cada um pretende escrever sua própria história", disse.

A seleção mexicana jogará contra Alemanha, Coreia do Sul e Ilhas Fiji na fase de grupos do futebol dos Jogos Olímpicos e, segundo os planos da federação do páis, a equipe chegará bem preparada, com três jogadores maiores de 23 anos em boa forma.

"Antes os jovens jogarão o torneio de Tolano, na França, e a partir daí a seleção será formada. É provável que algum jogador que dispute a Copa América em junho compareça aos Jogos Olímpicos, sempre e quando for requerido, queira jogar e seu clube apoie", insistiu.

O diretor elogiou a atitude de alguns jogadores interessados em fazer parte da equipe olímpica, entre eles o atacante Raúl Jiménez, do Benfica, que jogou em Londres e agora pediu para ir ao Rio e até comunicou seu interesse à direção do clube.

"Me dá gosto essa atitude, mas quem vai definir a equipe é o treinador e a comissão técnica. Esse desejo de Jiménez e de outros como ele me dá satisfação porque significa que se prepararão bastante", acrescentou.

Em cerimônia no México pela contagem regressiva de 100 dias para o início dos Jogos, Cantù aproveitou a oportunidade para responder a uma piada do embaixador do Brasil, Enio Cordeiro, que disse que como o México venceu a final de quatro anos atrás, agora é a vez do Brasil ser campeão.

"Tomara que possamos enfrentar o Brasil em uma final ou em algum momento da competição porque é uma seleção cheia de história e de títulos, e nós queremos competir a esse nível", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo