Esporte

Presidente do Comitê Olímpico da Colômbia espera 3 ouros do país no Rio 2016

27/04/2016 20h48

Bogotá, 27 abr (EFE).- O presidente do Comitê Olímpico da Colômbia (COC), Baltazar Medina, afirmou nesta quarta-feira que o país pretende ganhar pelo menos três medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, duas a mais do que em Londres-2012, quando obteve oito medalhas no total.

"A ideia é melhorar em relação a Londres, não necessariamente superar o número de medalhas, que é uma tarefa bem difícil. Oito medalhas para mim é um registro histórico para o esporte colombiano. Não sei dizer por quanto tempo ele vai ser mantido", disse Medina em entrevista à Agência Efe.

O dirigente avaliou que existe a possibilidade de o país conquistar mais dois ouros do que em Londres, onde a Colômbia foi ao lugar mais alto do pódio apenas com Mariana Pajón, no BMX.

"E não é uma possibilidade remota, não é uma aventura. É uma previsão feita sobre a base de um rendimento esportivo de nossos atletas", explicou Medina.

A Colômbia prevê que pode levar uma medalha dourada no salto triplo com Caterine Ibargüen e que Pajón repetirá o feito dos últimos Jogos Olímpicos. Além disso, aposta, em menor escala, que Nairo Quintana, Rigoberto Urán, Esteban Chávez e Sergio Luis Hainaut busquem o primeiro lugar na prova de estrada do ciclismo.

O presidente do COC disse que, em geral, a Colômbia tem chances de ganhar medalhas com 21 atletas em modalidades como boxe, luta olímpica, ginástica, judô e levantamento de peso.

"Eu acredito que iremos bem porque estamos nos preparando para isso. Levaremos um grupo de atletas muito bem preparado e já temos um grupo de atletas estratégicos que já tem algumas conquistas internacionais que nos fazem ser otimistas sobre um bom resultado", concluiu Medina.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo