Esporte

Hornets vencem fora de casa e viram série contra o Heat nos playoffs do Leste

Da EFE

28/04/2016 05h00

O ala-armador Courtney Lee marcou nesta quarta-feira uma cesta de três pontos a 25,2 segundos do fim do tempo regulamentar e levou o Charlotte Hornets ao triunfo, fora de casa, por 90 a 88, sobre o Miami Heat, no quinto jogo da série de melhor de sete da primeira rodada dos playoffs da Conferência Leste, que a equipe da Carolina do Norte agora lidera por 3 a 2.

Lee, que não esteve muito inspirado nos arremessos esta noite com apenas dois de nove chutes convertidos, foi, no entanto, o responsável por marcar os pontos que definiram a vitória, junto a duas decisões questionadas dos árbitros, e permitiu aos Hornets ficar com a vantagem em uma série de playoff pela primeira vez desde 2002.

Com isso, os Hornets, que somam três vitórias consecutivas na série sobre o Miami, podem garantir a classificação para as semifinais da conferência na próxima sexta-feira, caso vençam o sexto jogo da série em casa.

O Heat, que esteve sempre à frente no placar, mas no final não conseguiu somar os pontos decisivos, considera que foi prejudicado pela arbitragem, já que os juízes não marcaram duas faltas pessoais, uma sofrida pelo ala-armador Dwyane Wade faltando 2,6 segundos para o final, e outra cometida pelo ala sudanês Luol Deng sobre o pivô dos Hornets, Cody Zeller, que pararia o cronômetro e o levaria para a linha de lance livre.

Wade e o treinador do Heat, Erik Spoelstra, foram categóricos ao declarar que as ações foram faltas pessoais e disseram que sequer era necessário ver a repetição das jogadas, já que, segundo eles, as faltas foram claras.

O ala-pivô Marvin Williams liderou os Hornets ao conseguir 17 pontos, oito rebotes, duas assistências e três roubadas de bola, enquanto o pivô Al Jefferson e o armador Kemba Walker chegaram a 14 pontos cada um, e o reserva Jeremy Lin obteve 11 pontos.

Wade foi o cestinha do Heat ao anotar 25 pontos, cinco rebotes e quatro assistências, seguido por Deng, que chegou a 15 pontos, e o ala Joe Johnson, que apresentou 13, enquanto Goran Dragic anotou dez pontos e o pivô Hassan Whiteside voltou a ser o melhor homem da equipe no garrafão com um double-double de 11 pontos e 12 rebotes, dez deles defensivos, além de três tocos.

Além de ter deixado o Heat em desvantagem na série, a derrota interrompeu uma sequência de oito vitórias consecutivas da equipe em jogos de playoff em seu ginásio, a American Airlines Arena, em Miami.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo