Esporte

Confiante no fator casa, Corinthians encara Nacional-URU por vaga nas quartas

03/05/2016 17h09

São Paulo, 3 mai (EFE).- Depois do empate sem gols em Montevidéu na semana passada, só a vitória interessa ao Corinthians contra Nacional nesta quarta-feira, na luta por vaga nas quartas de final da Taça Libertadores, em que o bom retrospecto em Itaquera pode falar mais alto.

Em seu estádio, o Timão não perde desde agosto do ano passado, quando, com reservas, caiu diante do Santos por 2 a 1, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Desde o primeiro compromisso na Arena Corinthians, o dono da casa venceu 50 vezes, empatou 12 e perdeu apenas quatro.

Nesta quarta-feira, qualquer vitória servirá, mas a única igualdade que não resultará em eliminação é um novo 0 a 0, que levará a decisão para os pênaltis. O Nacional, que já venceu em São Paulo nesta Libertadores, em confronto com o Palmeiras, poderá se classificar com empates com gols.

Para buscar o resultado que interessa para avançar, o técnico Tite terá de volta o meia Giovanni Augusto, que se recuperou de lesão no tornozelo esquerdo, na metade do tempo previsto, que era de um mês, e deverá começar entre os titulares.

Já o meia-atacante Marquinhos Gabriel, recém-contratado junto ao Al-Nassr, da Arábia Saudita, e inscrito na Libertadores depois do fim da fase de grupos, provavelmente, estreará contra o Nacional, mas entrando no decorrer do duelo.

Desfalque certo no Alvinegro paulista é o volante Williams, que vem treinando em separado do elenco, por causa de um edema na coxa direita.

No Nacional, o técnico Gustavo Munúa viajou com elenco completo, tendo como única dúvida o atacante Kevin Ramírez, que levou pancada em um dos joelhos no duelo com o Corinthians na semana passada e ainda está em fase de recuperação. A opção para o titular seria o brasileiro Léo Gamalho.

No fim de semana, quando empatou com o Sud América, o treinador do time tricolor aproveitou para poupar alguns titulares. O zagueiro Diego Polenta, e os meias Santiago Romero, Leandro Barcia e Sebastián Fernández ficaram fora e voltam nesta quarta-feira.

Nesta terça-feira, o Nacional teve o embarque para o Brasil atrasado por motivo curioso. O presidente do clube, José Luis Rodríguez, ao chegar no Aeroporto Internacional de Carrasco, na capital uruguaia, percebeu que estava sem os documentos.

Toda a delegação teve que esperar o dirigente voltar para casa, buscar os itens esquecidos e retornar, para que a viagem fosse iniciada. Na internet, foram publicadas imagens dos atletas aplaudindo o mandatário, assim que este entrou na aeronave.



Prováveis escalações:.

Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Rodriguinho, Giovanni Augusto e Lucca; André. Técnico: Tite.

Nacional: Conde; Fucile, Victorino, Polenta e Espino; Gonzalo Porras, Romero, Barcia e Fernández; Ramírez e Nico López. Técnico: Gustavo Munúa.

Árbitro: Néstor Pitana (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Diego Bonfa e Cristian Navarro.

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo