Esporte

Brasileiro faz contra, "experiente" Real bate City e vai à final da Champions

04/05/2016 17h48

Madri, 4 mai (EFE).- O Real Madrid garantiu nesta quarta-feira a 14ª presença em finais da Liga dos Campeões da Europa ao vencer o Manchester City, que sonhava se classificar para uma inédita decisão, por 1 a 0, no estádio Santiago Bernabéu, na capital espanhola.

O gol isolado do duelo saiu aos 20 minutos do primeiro tempo e foi marcado pelo volante brasileiro Fernando, ex-Vila Nova-GO e Porto, que tentou cortar finalização do meia-atacante galês Gareth Bale e estufou as próprias redes. Na ida, os dois times haviam empatado sem gols no Etihad Stadium.

Campeão continental em dez edições, o Real Madrid fará a 14ª final de 'Champions' - o perseguidor mais próximo é o Milan, com dez decisões, em que venceu a metade. O adversário será o rival Atlético de Madrid, justamente a quem venceu em duelo pelo título na edição 2013/2014 por 4 a 1, em Lisboa, na prorrogação.

O reencontro madrilenho será no estádio San Siro, em Milão, no dia 28 de maio. A partida única acontecerá sem qualquer vantagem para os envolvidos, que também estão na briga, com o Barcelona, pelo título espanhol da temporada. Em caso de empate, haverá prorrogação, e se a igualdade persistir, disputa de pênaltis.

O City, por sua vez, queria se tornar o 40º finalista da Liga, em participação histórica, já que, pela primeira vez, conseguiu passar das oitavas de final do torneio. Quarto colocado no Campeonato Inglês, o time de Manchester agora lutará para retornar à competição da Uefa na próxima temporada.

Hoje, a grande novidade com relação ao primeiro jogo foi a presença de Cristiano Ronaldo no Real, após recuperação de sobrecarga muscular. Por outro lado, Casemiro e Karim Benzema ficaram de fora, por causa de problemas físicos, dando lugar a Isco e Jesé.

No City, quem retornou foi o meia Yaya Touré, que também havia ficado fora da ida. A expectativa, no entanto, era que o marfinense começasse no banco de reservas, e não entre os titulares, como preferiu o técnico chileno Manuel Pellegrini.

Além de Fernando, outro volante brasileiro, Fernandinho, foi titular nos 'Citizens'. Ambos ficaram em campo por 90 minutos, assim como o lateral-esquerdo Marcelo, do Real, que teve o desfalque do também volante Casemiro, contundido.

Desde o apito inicial, os donos da casa mostraram intenção de pressionar intensamente o adversário. Aos 3 minutos, no entanto, Jesús Navas deu susto no goleiro Keylor Navas, em descida pela direita. O espanhol cruzou, e o costarriquenho não quis saber de segurar, dando soco na bola.

Os visitantes sofreram duro golpe aos 9 da etapa inicial, quando o zagueiro e capitão Vincent Kompany precisou deixar o gramado, por causa de lesão muscular. A opção do comandante do Manchester City foi pelo francês Eliaquim Mangala.

Aos 20, justamente no lado esquerdo da defesa 'citizen', onde atuava o reserva, Carvajal acionou Bale, que chegou a olhar para a área antes de bater na bola, só o que poderia ser uma assistência, virou gol graças a desvio de Fernando para o fundo das redes. O gol acabou sendo creditado como contra, do brasileiro.

O Santiago Bernabéu voltou a explodir aos 35 minutos, quando Sergio Ramos marcou. A arbitragem comandada pelo esloveno Damir Skomina, no entanto, anulou o lance, devido impedimento de Pepe, que escorou para o companheiro de zaga, após Kroos levantar.

A maior chance do City aconteceu aos 43 da etapa inicial, em contra-ataque veloz, que teve a bola chegando até De Bruyne. O belga ajeitou na medida para Fernandinho, que se livrou da marcação, ficou de frente para Keylor Navas, mas soltou bomba à direita do gol.

O segundo tempo também começou com o Real mais intenso, jogando em alta velocidade. Em cinco minutos, Jesé, duas vezes, e Cristiano Ronaldo criaram oportunidades. A mais perigosa foi com o segundo, em finalização da entrada da área, que Hart defendeu.

O goleiro inglês, principal responsável pelo empate na ida, fez milagre aos 7, quando Bale deu passe açucarado para Modric, que tentou dar toque leve para o gol, mas a foi surpreendido pela saída veloz do camisa 1, que tocou com o peito a bola para escanteio.

Dois minutos depois, foi a vez de Hart voar com estilo para impedir que Cristiano Ronaldo balançasse as redes. O português recebeu cruzamento de Carvajal da direita e testou no contrapé do adversário, que caiu com segurança, sem dar rebote.

Aos 13, quando o Real já tinha Vázquez no lugar de Jesé, o camisa 7 e o camisa 1 voltaram a protagonizar duelo. CR7 foi acionado na entrada da área e emendou de primeira, para nova boa defesa do goleiro inglês.

A nova "blitz" teve mais um capítulo aos 17, quando Cristiano Ronaldo recebeu na entrada da área e bateu forte, em bola que desviou em Mangala antes de sair pela linha de fundo. Na cobrança do tiro de canto de Kroos, Bale ganhou no alto de Mangala e cabeceou no travessão.

Os dois times se mostravam tensos em busca do gol, o Real pelo alívio, e o City pela vaga, e alguns jogadores ficaram com ânimos mais exaltados do que o normal. Fernandinho e Kroos até trocaram empurrões, depois de uma falta contra os visitantes.

Aos 43 minutos, as duas torcidas viveram outro tipo de ansiedade, nos segundos que duraram o voo da bola em chute de Agüero da entrada da área. O argentino encheu o pé direito e, por muito pouco, não acertou ao alvo, em finalização que saiu por cima do travessão.



Ficha técnica:.

Real Madrid: Navas; Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Kroos, Modric (Kovacic) e Isco (James Rodríguez); Bale, Cristiano Ronaldo e Jesé (Vázquez). Técnico: Zinedine Zidane.

Manchester City: Hart; Sagna, Kompany (Mangala), Otamendi e Clichy; Fernando, Navas (Iheanacho), Fernandinho, Touré (Sterling) e De Bruyne; Agüero. Técnico: Manuel Pellegrini.

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia), auxiliado pelos compatriotas Jure Praprotnik e Robert Vukan.

Gol: Fernando (contra) (Real Madrid).

Cartões amarelos: Vázquez (Real Madrid); De Bruyne, Fernando e Otamendi (Manchester City).

Estádio: Santiago Bernabéu, em Madri.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo