Esporte

São Paulo perde no México, mas se garante nas quartas da Libertadores

04/05/2016 21h09

Toluca (México), 4 mai (EFE).- O São Paulo perdeu nesta quarta-feira para o Toluca por 3 a 1, no México, mas avançou nas oitavas de final da Taça Libertadores devido a goleada por 4 a 0 aplicada na semana passada no Morumbi, mantendo assim a hegemonia em duelos eliminatórios contra estrangeiros na competição.

Os anfitriões abriram o placar no estádio Nemesio Diez aos 17 minutos do primeiro tempo, com o atacante colombiano Fernando Uribe, deixando os visitantes tensos. Michel Bastos igualou aos 5 da etapa final, encaminhando a vaga. Ainda houve tempo para que, dez minutos depois do gol tricolor, o atacante argentino Enrique Triverio marcasse, e aos 41, Uribe marcasse outra vez.

Com o êxito no confronto das oitavas, o São Paulo chega a 12 anos sem ser eliminado por adversário de fora do país na Libertadores. O último foi o Once Caldas, nas semis de 2004. Desde então, foram seis vítimas estrangeiras - e mais o Universidad César Vallejo, do Peru, neste ano, na fase preliminar.

O clube paulista ainda quebra sequência de duas quedas na mesma fase, em 2013, para o Atlético Mineiro, e em 2015, para o Cruzeiro. O Galo, aliás, pode ser o rival nas quartas de final, se o clube de Belo Horizonte passar pelo Racing, da Argentina, logo mais, no estádio Independência - no primeiro duelo houve empate em 0 a 0.

Para o jogo desta quarta-feira, o técnico argentino Edgardo Bauza apostou na mesma mudança tática do jogo com o The Strongest, na Bolívia, pela fase de grupos, quando tirou Paulo Henrique Ganso para colocar Wesley. Além disso, Denis e Calleri, que cumpriram suspensão na ida, voltaram ao time.

O Toluca, por sua vez, recuperou os atacantes Fernando Uribe e Enrique Triverio, que não atuaram no Morumbi por causa de lesões. O técnico paraguaio José Cardozo, por sua vez, fez a última partida pela equipe mexicana, conforme anunciou no domingo, após eliminação na primeira fase do Torneio Clausura local.

Apesar da vantagem, o Tricolor começou pressionando, e quase abriu o placar nos primeiros minutos. Após falta em Thiago Mendes na entrada da área, Wesley soltou a bomba, mas parou na defesa do goleiro Talavera. Aos 3, Kelvin fez boa jogada pela direita e bateu para a área, e quase que Calleri conseguiu se esticar e marcar.

A partir daí, o panorama do duelo mudou, e o Toluca iniciou "abafa" contra os visitantes. O time mexicano sempre buscava a dupla de ataque, e cada um deles teve oportunidade de balançar as redes. Triverio, aos 12, esteve próximo de fazer o primeiro, em cabeçada perigosa.

Aos 17, a defesa são-paulina cochilou, não vendo o adversário cobrar falta rapidamente na intermediária. Trejo recebeu livre na esquerda e cruzou na medida, encontrando Uribe, que ganhou de Rodrigo Caio no alto e testou para o fundo das redes.

A resposta do time brasileiro veio aos 21 minutos, quando Michel Bastos recebeu, disparou pela esquerda e, depois de invadir a área, bateu cruzado, à esquerda do gol defendido por Talavera.

O Toluca voltou com tudo ao ataque, e, por muito pouco, não ampliou o marcador aos 30, quando Bruno vacilou, deu a bola de presença para Cueva, que arrancou, ganhou de Maicon e finalizou à esquerda do gol do Tricolor.

Antes do intervalo, ainda houve tempo para o São Paulo levar susto. Aos 42 minutos, após cruzamento da esquerda, Triverio recebeu livre na área, nas costas da defesa. O atacante argentino, no entanto, dominou errado a bola e permitiu que Rodrigo Caio se recuperasse e fizesse o corte.

No segundo tempo, o time do Morumbi selou a classificação logo aos 5 minutos, em estratégia parecida com a que o rival usou para abrir o placar. Após lateral cobrado rapidamente, Michel Bastos disparou pela esquerda e soltou uma bomba para vencer Talavera. Com o gol, o Toluca teria que fazer cinco gols para avançar.

Aos 13 minutos, o árbitro colombiano Wilson Lamouroux deixou de dar um pênalti para o São Paulo, quando Centurión foi derrubado dentro da área por Ríos. A falta, no entanto, foi marcada fora da área, para desespero dos visitantes.

O Toluca se aproveitou e, dois minutos depois, voltou a liderar o placar, quando Cueva cruzou da direita e achou Triverio, que testou para o gol. A bola só entrou, no entanto, depois de desvio em Rodrigo Caio.

O Sâo Paulo, que chegou a perder a paciência em alguns momentos com a catimba do time mexicano, procurou nos últimos minutos não levar gol. O adversário, que precisava marcar quatro vezes para avançar, também não mostrava ímpeto para tornar o confronto dramático.

Aos 36, em rara chegada ao ataque, Uribe disparou pela direita, mas Maicon mostrou grande poder de reação para bloquear a finalização do colombiano e fazer a bola sair por cima do gol defendido por Denis.

Aproveitando o pouco interesse do São Paulo nos instantes finais, em que só se esperava o apito final, o Toluca voltou a marcar, quando Cueva cruzou na área, Triverio escorou e Uribe, com certa dose de malabarismo, bateu para o fundo das redes, fazendo 3 a 1.

Nos acréscimos, Centurión, que havia entrado no segundo tempo no lugar de Michel Bastos, que deixou o gramado lesionado, acabou sendo expulso por cuspir em adversário. Depois de tumulto no campo, o jogo recomeçou, mas durou pouco, com o São Paulo, enfim, podendo comemorar classificação.



Ficha técnica:.

Toluca: Talavera; Jordan Silva, Galindo, Paulo da Silva e Rodríguez; Ríos (Navarro), Trejo (Brambila), Esquivel e Cueva; Uribe e Triverio. Técnico: José Cardozo.

São Paulo: Denis; Bruno, Maicón, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Wesley, Kelvin (Caramelo) e Michel Bastos (Centurión); Calleri (Alan Kardec). Técnico: Edgardo Bauza.

Estádio: Nemesio Diez, em Toluca (México).

Gols: Uribe (2), Triverio (Toluca); e Michel Bastos (São Paulo).

Cartões amarelos: Paulo da Silva, Trejo (Toluca); Hudson, Calleri, Kelvin e Centurión (São Paulo).

Cartão vermelho: Centurión (São Paulo).

Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Wilmar Navarro e Alexander León.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo