Esporte

Liverpool resolve em casa de novo, bate Villarreal e está na final

05/05/2016 18h12

Liverpool, 5 mai (EFE).- Assim como havia feito nas quartas, quando venceu o Borussia Dortmund de virada de forma heroica, o Liverpool voltou a mostrar força jogando no estádio Anfield Road, bateu o Villarreal por 3 a 0 nesta quinta-feira e se classificou para a final da Liga Europa.

Diante do Dortmund, houve mais drama. Os 'Reds' chegaram a estar perdendo por 2 a 0 e 3 a 1 antes de virarem o placar para 4 a 3. Desta vez, apesar da derrota por 1 a 0 na ida, na Espanha, a vaga foi obtida com menos dificuldade, já que o primeiro gol saiu com cinco minutos de partida, feito contra por Bruno Soriano. Os outros dois, de Sturridge e Lallana, aconteceram depois do intervalo.

Na decisão, o time do técnico Jürgen Klopp terá pela frente outro representante da Espanha, o Sevilla, que na outra semifinal eliminou o Shakhtar Donetsk. O duelo será realizado no próximo dia 18, no estádio St. Jakob Park, na Basileia (Suíça).

Tricampeão da Liga Europa, o Liverpool terá a chance de igualar a equipe da Andaluzia, maior vencedora da história do torneio, com quatro conquistas, e que ficou com a taça nas duas últimas temporadas.

O time anfitrião contou entre os titulares com o meia Philippe Coutinho, convocado hoje para a Copa América, e com o atacante Roberto Firmino, que ficou de fora da lista do técnico Dunga. Já o volante Lucas Leiva foi reserva, assim como Léo Baptistão, atacante dos visitantes, mas apenas o ex-atleta do Grêmio foi a campo na etapa final.

As duas primeiras oportunidades de gol foram do Villarreal, com Mario Gaspar e Bakambu, mas foi o Liverpool quem fez 1 a 0, logo aos sete minutos de bola rolando. Clyne cruzou da direita, Firmino mandou para o meio e Bruno Soriano, pressionado por Sturridge, acabou marcando contra.

Embalados, os 'Reds' poderiam ter assinalado o segundo pouco depois, aos 13 minutos. Milner descolou ótimo passe rasteiro para o meio da área e Lallana chegou chutando, mas não pegou bem e mandou por cima.

Os donos da casa continuaram tendo mais volume de jogo e atacando mais, mas sem a mesma intensidade da primeira parte do duelo. Aos 24 minutos, Milner bateu escanteio fechado e por pouco não houve outro gol contra, desta vez de Mario Gaspar.

Se o ataque do Liverpool ia bem, a defesa, como vem acontecendo durante a temporada, vacilou com um minuto na segunda etapa, mas conseguiu se salvar. Soldado carregou pelo meio, Bakambu pegou a sobra já dentro da área e foi travado quando armava o chute. Na sequência, aos 10, Jonathan dos Santos bateu falta e o próprio Soldado cabeceou para fora.

A pressão inicial do 'Submarino Amarelo' não foi consistente, e rapidamente os donos da casa voltaram a dominar até fazerem 2 a 0, aos 18 minutos. Lallana cruzou, Firmino pegou a sobra e, ao tentar o chute, acabou dando ótimo passe para Sturridge. De frente para o goleiro Areola, o camisa 15 não perdoou e balançou a rede com finalização por baixo.

A situação ficou ainda melhor para o pentacampeão europeu aos 26, com a expulsão de Víctor Ruiz. O zagueiro cometeu falta dura em Lallana, viu o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

Com um a menos, o Villarreal não teve forças para reagir. Ao contrário, foi cada vez mais sufocado pelo Liverpool, que poderia até ter goleado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo