Esporte

Grupo chinês pagará R$ 375 milhões pelo Aston Villa, diz jornal

AFP PHOTO / SEAN DEMPSEY
Imagem: AFP PHOTO / SEAN DEMPSEY

12/05/2016 13h46

Um consórcio chinês desembolsará cerca de 75 milhões de libras (cerca de R$ 375 milhões) nos próximos dias para adquirir o Aston Villa, segundo publicou nesta quinta-feira o jornal britânico "Daily Mirror".

O clube de Birmingham, rebaixado à segunda divisão do Campeonato Inglês pela primeira vez na história, foi colocado à venda pelo magnata americano Randy Lerner em 2014 e será adquirido pelo grupo Rui Kang.

De acordo com a publicação, o consórcio, com sede em Hong Kong, nomeará o francês Damien Comolli, que acumula passagens por Liverpool, Saint-Étienne e Tottenham, como diretor de futebol.

Comolli, de 43 anos, que está sem trabalho desde que deixou o posto de diretor esportivo em Anfield, substituirá Paddy Riley no cargo.

O consórcio, propriedade do governo chinês, é um grupo de investimentos especializado em cosméticos e produtos farmacêuticos. No ano passado, ele tentou adquirir o Aston Villa, mas a dramática queda da bolsa chinesa obrigou Lerner a recuar.

De acordo com o "Daily Mirror", o Rui Kang Group superou várias grandes ofertas, como uma do fundador da Oracle Corporation, o americano Larry Ellison, para adquirir o conjunto inglês.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo