Esporte

Jogador de futebol tenta proteger família e é morto em assalto na Argentina

13/05/2016 13h00

Buenos Aires, 13 mai (EFE).- Rodrigo Espínola, jogador do Nueva Chicago, que disputa a segunda divisão do Campeonato Argentino, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira, após reagir a um assalto a residência onde vivia com a família, na cidade de Monte Grande, na província de Buenos Aires.

O defensor, de 26 anos, foi surpreendido por dois assaltantes, quando voltava para casa, com a esposa e o filho de seis meses, conforme relataram os policiais que investigam o caso.

Espínola reagiu, tentando proteger a família e acabou sendo baleado no abdômen. Ainda houve tempo de equipes médicas atenderem o jogador, mas ele morreu em um hospital da região.

Revelado pelo Chacarita Juniors, o defensor ainda passou pelo Racing, onde não teve destaque, se transferindo em seguida para o Nueva Chicago, atuando no clube desde 2014.

Por causa da tragédia, a Associação do Futebol Argentino (AFA) determinou a suspensão do jogo do time verde e negro com o Central Córdoba, pela 16ª rodada da segunda divisão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo