Esporte

No encerramento de Congresso, Infantino diz que crise na Fifa está superada

AFP PHOTO / OLIVIER MORIN
Imagem: AFP PHOTO / OLIVIER MORIN

13/05/2016 17h15

Um ano após a série de prisões de dirigentes por corrupção, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta sexta-feira, ao encerrar o 66º Congresso da entidade, que a crise política na entidade acabou.

"Oficialmente, posso anunciar a todos vocês que a crise está superada. Agora olhamos para frente e para um futuro promissor", disse o dirigente ao fim do encontro realizado na Cidade do México, entre quinta e sexta-feira.

A grande novidade do Congresso, primeiro da gestão de Infantino, foi a nomeação da senegalesa Fatma Samoura, primeira mulher a ocupar o cargo de secretária-geral na entidade.

"Sopram novos ventos na Fifa. Um espírito de harmonia está por chegar para todos", disse o dirigente, no discurso de encerramento.

No último ano, a federação internacional de futebol enfrentou forte crise por causa do escândalo de corrupção que levou à prisão mais de dez dirigentes por envolvimento com subornos que teriam alcançado cifras de US$ 150 milhões.

"Não posso mudar o passado, mas posso configurar o futuro com vocês. O Congresso de hoje demonstra que a Fifa vai por um bom caminho", garantiu Infantino.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo