Esporte

Barça supera tropeços, vence 5ª seguida com show de Suárez e é campeão

14/05/2016 13h56

Granada (Espanha), 14 mai (EFE).- O Barcelona deu um bico em qualquer sinal de crise no fim da temporada, venceu o Granada por 3 a 0, com três gols de Luis Suárez e participações marcantes de brasileiros, e conquistou o 24º título do Campeonato Espanhol de sua história.

O camisa 9 do time catalão foi o grande nome da conquista, já que foi o responsável pelas movimentações no placar e ainda desbancou, com com 40 gols, o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, na artilharia da competição, que anotou 35.

'Luisito' balançou as redes duas vezes no primeiro tempo, aos 21 e aos 37 minutos. Na etapa complementar, ainda fez mais um, aos 40, sacramentando a conquista e a liderança na tabela de goleadores. Daniel Alves foi o responsável pela assistência do segundo dos gols e Neymar pelo terceiro.

Cinco brasileiros, aliás, participaram da campanha 'blaugrana' de 29 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Neymar, com 25 partidas e 20 gols marcados, Daniel Alves, com 22 jogos, Adriano, com sete, Rafinha Alcântara, com três, e Douglas, com um.

O título sacramentado na última rodada põe fim a um drama vivido pelo torcedor da equipe catalã, que entre a 29ª e a 33ª rodadas da competição, viu uma vantagem de nove pontos para o Atlético de Madrid e dez para o Real Madrid, ir por água abaixo.

A vitória de hoje, no entanto, foi a quinta consecutiva dos 'Blaugranas', que também foram muito questionados pela derrota nas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, justamente para os 'Colchoneros'.

A taça conquistada hoje pode ser a primeira de duas na temporada, já que no dia 22, a equipe pegará o Sevilla, na decisão da Copa do Rei da Espanha, em jogo que acontecerá no estádio Vicente Calderón, em Madri.

O resultado de hoje levou o Barça aos 91 pontos, contra 90 do Real, que hoje passou pelo Deportivo La Coruña por 2 a 0, também fora de casa, assegurando o vice-campeonato. A equipe 'blanca', no entanto, além de vitória, precisava de tropeço do concorrente para ficar com a taça.

Para a partida decisiva deste sábado, o técnico Luis Enrique colocou força máxima em campo, repetindo os jogadores de linha dos dois últimos jogos pelo Espanhol, nas vitórias sobre Betis (2 a 0) e Espanyol (5 a 0). O goleiro, mais uma vez, foi Marc-Andre Ter Stegen, que está substituindo o lesionado Claudio Bravo.

Nos instantes iniciais, enquanto o Barça tentava contraolar os ânimos e superar a marcação do Granada, o Real Madrid assumiu provisoriamente a liderança do campeonato, com Cristiano Ronaldo abrindo o placar no estádio Riazor para o Real Madrid sobre o Deportivo La Coruña, com gol aos 7 minutos do primeiro tempo.

No estádio Los Cármenes, o time da casa até tentou assustar, se aproveitando do nervosismo 'blaugrana', mas mostrava pouca efetividade. Os visitantes, que já tinham ameaçado com Mascherano, aos 6, em cabeçada que Fernández defendeu em cima da linha, chegaram bem de novo aos 14, com Messi, em nova boa ação do goleiro dos anfitriões.

Em bela trama ofensiva, o Barça abriu o placar e reassumiu a liderança aos 21 minutos do primeiro tempo, quando Neymar recebeu na esquerda, acionou Alba, que cruzou na medida para Suárez aparecer no segundo pau e só tocar a bola para o fundo das redes.

Pouco depois da abertura de placar do jogo do líder, o Real Madrid ampliou em La Coruña, com outro gol de CR7, o que não mudava o panorama da briga pelo título. Mais tranquilo, o Barcelona também fez 2 a 0 sem problemas, aos 37, de novo com 'Luisito', agora com assistência de Daniel Alves.

Neymar esteve perto de abrilhantar ainda mais o jogo do título 'blaugrana' aos 39 minutos do primeiro tempo, quando arrancou, se livrou da marcação e soltou uma bomba de perna direita, ficando muito perto de acertar o ângulo esquerdo defendido por Fernández.

No segundo tempo, o Barcelona voltou muito mais tranquilo do que começou o primeiro, sem perder, no entanto, o ímpeto para ampliar ainda mais o placar. Aos 9, Messi teve oportunidade em cobrança de falta, parando em boa defesa do goleiro adversário.

A postura mais relaxada também permitiu que o Granada levasse certo perigo. El-Arabi, aos 12, obrigou Ter Stegen a participar efetivamente pela primeira vez do jogo. A resposta veio três minutos depois, quando Suárez atuou de garçom, cruzou para Neymar, que bateu para defesa de Fernández.

Apesar da tranquilidade no que dizia respeito ao título, os jogadores do Barcelona se irritaram e chegaram a entrar em empurra-empurra com atletas do adversário, como protesto por não terem parado jogada em que o camisa 9 'blaugrana' ficou caído no setor ofensivo.

Depois dos ânimos ficarem mais calmos, os dois times mostraram pouca disposição em atacar. Em ritmo de treino, os visitantes ainda conseguiram fechar o placar aos 40, quando Neymar recebeu na entrada da área e, de frente para o goleiro adversário, rolou para Suárez marcar com gol aberto.

Nos instantes finais, o Granada tentou descontar, ao menos, para dar alguma alegria ao seu torcedor, mas Barral, que havia substituído El-Arabi pouco antes, acertou a trave esquerda de Ter Stegen. A partir daí, foi só o Barça esperar o apito final e comemorar a 24ª conquista da história do clube no Espanhol.



Ficha técnica:.

Granada: Fernández; Lombán, Babin, Ricardo Costa (Dória) e Miguel Lopes; Doucouré, Pérez, Rochina (Cuenca), Rico e Peñaranda; El-Arabi (Barral). Técnico: José González.

Barcelona: Ter Stegen; Daniel Alves, Mascherano (Mathieu), Piqué e Alba; Busquets (Roberto), Rakitic (Turan) e Iniesta; Messi, Suárez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.

Árbitro: Alejandro José Hernández Hernández (Espanha).

Gols: Suárez (3) (Barcelona).

Cartões amarelos: Doucouré, Pérez, Fernández e Ricardo Costa (Granada); Busquets e Piqué (Barcelona).

Estádio: Los Cármenes, em Granada (Espanha).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo