Esporte

Gatlin vence etapa de Xangai da Liga de Diamante e faz 2º melhor tempo do ano

14/05/2016 11h34

Xangai (China), 14 mai (EFE).- O velocista americano Justin Gatlin venceu neste sábado a prova dos 100 metros rasos na etapa de Xangai, na China, da Liga de Diamante, alcançando a segunda melhor marca do ano, ao cravar o tempo de 9s94.

O atual vice-campeão mundial da distância - e também dos 200 metros rasos -, ficou apenas a três centésimos da marca do catariano Femi Ogunode, de 9s91, que é a melhor de 2016.

O velocista que nasceu na Nigéria, aliás, foi segundo colocado na prova de hoje, com 10s07. O pódio acabou completado por outro atleta dos Estados Unidos, Michael Rodgers, que percorreu a distância em 10s10.

Nos 110 metros com barreiras, o jamaicano Omar McLeod se tornou o primeiro homem neste ano a baixar a marca de 13 segundos, vencendo a prova com 12s98. O corredor não teve a concorrência do americano Aries Merritt, recordista mundial, que queimou a largada e foi eliminado.

A medalha de prata acabou com outro velocista da Jamaica, Hansle Parchment, com o tempo de 13s12, seguido pelo chinês Xie Wenjun, que cravou 13s34.

Dois importantes favoritos ao ouro olímpico no Rio de Janeiro, o queniano David Rudisha e o francês Renaud Lavillenie sofreram derrotas neste sábado nas provas dos 800 metros rasos e salto com vara, respectivamente.

O corredor da África perdeu foi apenas quinto colocado, com o tempo de 1min46s24, em disputa dominada por compatriotas, que teve vitória de Ferguson Rotich (1min45s68), seguido por Robert Biwott (1min45s84) e Alfred Kipketer (1min45s93).

O saltador europeu, por sua vez, voltará da China como vice-campeão da etapa da Liga de Diamante, ao obter a marca de 5m83, nove centímetros abaixo do recorde mundial, que é dele próprio, e cinco atrás do americano Sam Hendricks, que venceu hoje. O canadense Shawn Barber, com 5m70, ficou em terceiro.

Nos 5 mil metros, o etíope Muktar Edriss arrancou na reta final para fazer o melhor tempo do ano na prova, em 12min59s96, superando por apenas 64 centésimos o ugandense Joshua Cheptegei.

Outro destaque do dia foi a vitória da queniana Faith Kipyegon nos 1.500 metros femininos. O tempo de 3min56s84 valeu o recorde nacional para a atleta, que desbancou ainda a melhor marca da etapa de Xangai da Liga de Diamante, que era a etíope Genzebe Dibaba.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo