Esporte

Max Verstappen, o menino que colocou o nome na história da Fórmula 1

15/05/2016 12h30

Redação Central, 15 mai (EFE).- O holandês Max Verstappen fez história neste domingo no Grande Prêmio da Espanha, se tornando o mais jovem vencedor de corrida na Fórmula 1, logo na estreia pela Red Bull, e confirmou a condição de prodígio das pistas com que desembarcou na categoria.

O novato superou com folga o alemão Sebastian Vettel no ranking de mais jovem a vencer na categoria. O quatro vezes campeão mundial subiu ao pódio pela primeira vez na carreira aos 21 anos e dois meses, no Grande Prêmio da Itália, no circuito de Monza, ainda pela Toro Rosso.

O filho do ex-piloto Jos Verstappen, que foi companheiro de Michael Schumacher, na Bennetton, e Rubens Barrichello, na Stewart, tem 18 anos e sete meses. O agora piloto da Red Bull nasceu em Hasselt, na Bélgica - ele corre com licença da Holanda - em 30 de setembro de 1997.

O automobilismo é hereditário para Max não só pelo pai, que esteve na Fórmula 1 entre 1994 e 2003, tendo alcançado dois pódios na categoria, sempre com terceiros lugares. A mãe do piloto, Sophie Kumpen, por sua vez, foi campeã belga de kart.

Até o início dessa semana, o jovem Verstappen era piloto da Toro Rosso, mas foi "promovido" à Red Bull, em troca com o russo Daniil Kvyat, que começou a temporada como companheiro de equipe do australiano Daniel Ricciardo.

Neste domingo, o holandês completava a 24 corrida na Fórmula 1, na segunda temporada que disputa. Nélson Piquet, por exemplo, precisou do mesmo número de provas para subir ao topo do pódio, no Grande Prêmio de Long Beach, nos Estados Unidos, em 1980.

No GP da Espanha de hoje, Verstappen contou, principalmente, com o acidente envolvendo os dois carros da Mercedes, do alemão Nico Rosberg e do britânico Lewis Hamilton, logo na primeira volta, que tirou os dois grandes favoritos da disputa.

Com estratégia ousada, de uma parada a menos, o garoto desbancou Vettel e Ricciardo, e ainda precisou mostrar maturidade nas voltas finais para não permitir ataques do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, que chegou em segundo.

Max Verstappen se tornou conhecido ainda aos 16 anos, em 18 de agosto de 2014, quando a Red Bull anunciou sua contratação como piloto de testes para o restante da temporada, e antecipou que se tratava do substituto de Jean-Éric Vergne para o ano seguinte na Toro Rosso.

As novidades surgiram na vida do holandês pouco depois da admissão dele no programa de jovens pilotos da escuderia anglo-austríaca. No currículo, o novato tinha um título mundial de kart, em 2013, e ainda seria terceiro lugar na Fórmula 3, no ano seguinte.

O primeiro contato com um carro de Fórmula 1 aconteceu quatro dias antes de que completasse 17 anos, quando participou do treino livre para o Grande Prêmio do Japão, pela Toro Rosso. A corrida de estreia aconteceu na Austrália, na abertura da temporada de 2015.

Ali, Verstappen já fez história, se tornando o mais jovem a participar de corrida na categoria, com 17 anos e cinco meses, superando o espanhol Jaime Alguersuari, que correu o GP da Hungria de 2009 com 19 anos e quatro meses.

A segunda marca que quebrou veio logo na segunda prova, com o sétimo lugar no Grande Prêmio da Malásia, em que se tornou o mais novo a marcar ponto, superando o Kvyat, que tinha pontuado aos 19 anos e 10 meses, na Austrália, no ano anterior.

Desde que chegou à F-1, o holandês pontuou em 13 das 18 corridas que conseguiu concluir. Logo no ano de estreia, conseguiu dois quartos lugares, terminando a temporada na 12ª colocação, com 49 pontos.

Neste fim de semana, chamou a atenção pela frieza que demonstrou na entrevista coletiva prévia do GP da Espanha, em que ele, Kvyat e piloto de outras equipes, inclusive, foram bombardeados com perguntas pela troca feita pela Red Bull.

Hoje, Verstappen concluiu um sonho de menino, ainda sendo um menino. Cruzou em primeiro a linha de chegada de uma corrida e ainda ouviu do chefe, o inglês Christian Horner, que ele é um "genuíno vencedor".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo