Esporte

Verstappen assombra, leva a melhor na Espanha e é mais jovem a vencer na F-1

15/05/2016 10h57

Barcelona (Espanha), 15 mai (EFE).- O holandês Max Verstappen, na corrida de estreia pela Red Bull, venceu neste domingo o Grande Prêmio da Espanha, se tornando o mais jovem piloto a subir ao topo do pódio de uma prova de Fórmula 1, em corrida marcada por acidente entre o alemão Nico Rosberg e o britânico Lewis Hamilton.

Nascido em 30 de setembro de 1997, o filho do ex-companheiro de Michael Schumacher, na Bennetton, e Rubens Barrichello, na Stewart, Jos Verstappen, foi efetivado como titular da escuderia anglo-austríaca durante esta semana, enquanto o russo Daniil Kvyat foi rebaixado para a Toro Rosso.

Verstappen superou com folga o alemão Sebastian Vettel no ranking de mais jovem a vencer na categoria. O quatro vezes campeão mundial subiu ao pódio pela primeira vez na carreira aos 21 anos e dois meses, no Grande Prêmio da Itália, no circuito de Monza.

Curiosamente, o antigo recordista venceu a primeira quando corrida pela Toro Rosso, que o novo dono da marca defendeu por 23 provas, até receber a "promoção". Agora, o mais novo a ganhar troféu de ganhador tem impressionantes 18 anos e sete meses.

Ao cruzar a linha de chegada, Verstappen ouviu de Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, que se trata de um "genuíno vencedor".

Hoje, o holandês desbancou os dois carros da Ferrari e o companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo, que viraram favoritos com o abandono dos dois carros da Mercedes. Rosberg e Hamilton bateram logo na primeira volta, em tentativa do atual campeão de recuperar posição perdida pouco depois da largada.

O pódio foi completado pelo finlandês Kimi Raikkonen, que ficou com a segunda colocação, o que o coloca na vice-liderança da temporada, e, justamente, Sebastian Vettel, que saltou para o quarto lugar na temporada com o resultado.

Ricciardo, que lutou até os instantes finais para conseguir subir ao pódio, ainda ficou na quarta colocação, apesar de pneu furado na penúltima volta da corrida. O australiano não conseguiu, no entanto, segurar a posição na classificação do campeonato, caindo para quinto.

O quinto lugar do GP da Espanha ficou com o finlandês Valtteri Bottas, da Williams, seguido por Carlos Sainz, da Toro Rosso, e Sergio Pérez, da Force India.

Logo atrás, no oitavo posto ficou Felipe Massa, da Williams que fez corrida de recuperação após largar em 18º. O britânico Jenson Button, da McLaren, e Daniil Kvyat, justamente quem perdeu espaço para o vencedor Verstappen, completaram o 'top-10'.

Felipe Nasr, por sua vez, voltou a sofrer com o rendimento da Sauber e acabou terminando em 15º, ficando a frente apenas dos dois carros da Manor, entre os pilotos que completaram a prova realizada no circuito de Montmeló.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo