Esporte

León e Pachuca iniciam semifinal equilibrada no Clausura mexicano

18/05/2016 19h06

Cidade do México, 18 mai (EFE).- O León receberá o Pachuca nesta quinta-feira no Estádio León, também conhecido como Nou Camp, em jogo de ida de uma semifinal que promete bastante equilíbrio no Torneio Clausura do Campeonato Mexicano, já que as equipes fizeram campanhas bastantes parecidas até agora.

Os times obtiveram 30 pontos cada na primeira fase, mas os 'Tuzos' terminaram com melhor saldo de gols e por isso ficaram na vice-liderança, o que lhes dá a vantagem de decidir a eliminatória em casa, no estádio Nuevo Hidalgo, no próximo domingo.

Nas quartas de final, coincidentemente, ambos empataram em 1 a 1, mas o León passou pelo Morelia com uma goleada por 4 a 1 na volta, enquanto o Pachuca sofreu até o último minuto para bater o Santos Laguna por 3 a 2.

Os donos da casa, também conhecido como 'Esmeraldas', não são dos clubes mais conhecidos do México no exterior, mas vem em crescimento vertiginoso desde 2012, quando retornou à primeira divisão. Desde então, foram dois títulos do campeonato nacional (Apertura 2013 e Clausura 2014), um vice da Copa do México (Apertura 2015) e até uma participação na Taça Libertadores, em 2014, quando eliminou o Flamengo antes de cair nas oitavas de final.

A ascensão do León, dirigido pelo técnico Luis Fernando Tena, coincide com a aquisição do clube pelo Grupo Pachuca, que também administra o adversário. Entretanto, dificilmente o clima tanto no Nou Camp quanto no Hidalgo será de fraternidade.

"O jogo contra o Pachuca, apesar de envolver clubes com os mesmos donos, foi um daqueles em que teve mais atrito entre os que disputei aqui (pelo León) até agora. Por sorte, não houve expulsões, mas houve problemas. Temos de manter a calma, pensar em jogar, mas não há dúvidas de que é uma partida que os dois querem vencer, e é isso o que se sente em campo", comentou o zagueiro Guillermo Burdisso.

Fora de campo, a torcida dos 'Esmeraldas' tem o que comemorar. O atacante Mauro Boselli, vice-artilheiro do Clausura, com dez gols, renovou contrato até 2019. O argentino marcou menos apenas que o francês André Pierre Gignac, que balançou a rede 13 vezes pelo já eliminado Tigres.

Nos 'Tuzos', os jogadores vêm garantindo que irão em busca da vitória nesta quinta para encaminhar a vaga na final, mesmo atuando fora de casa.

"Será um jogo muito difícil pelas características das duas equipes. O importante é manter a confiança. É preciso respeitar o adversário, mas vamos entrar em campo para jogar e vencer. Não buscamos um empate nem qualquer outro resultado", garantiu o atacante Franco Jara.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo