Esporte

Governo chinês avalia positivamente compra de clubes por empresas do país

19/05/2016 10h47

Pequim, 19 mai (EFE).- O governo da China avaliou como positiva nesta quinta-feira a compra de times de futebol do exterior por empresas do país, considerando que se trata de um dos pilares para evolução da modalidade.

"Achamos que esta cooperação ajuda muito a promover os intercâmbios e a melhorar o desenvolvimento do futebol chinês", afirmou Hong Lei, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, em entrevista coletiva.

O posicionamento do governo acontece um dia depois do anúncio de que o Recon Group comprou o Aston Villa, recém-rebeixado para a segunda divisão do Campeonato Inglês, por valor estimado entre 60 milhões e 70 milhões de libras (R$ 310 milhões e R$ 362 milhões).

Hong, destacou, no entanto, que não há participação do Estado nestes movimentos, ressaltando o caráter "completamente comercial" das operações.

Recentemente, o grupo Wanda já havia adquirido 20% das ações do Atlético de Madrid, o consórcio formado pela China Midia e a Citic Capital comprou 13% dos títulos de propriedade do Manchester City, e o Rastar Gruop se tornou dona do Espanyol, de Barcelona.

Além disso, diversas empresas do país asiático patrocinam clubes e competições na Europa, como a Real Sociedad, a segunda divisão do Campeonato Português, entre outros.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo