Esporte

TV divulga nome de 14 atletas russos suspeitos de doping em Pequim 2008

24/05/2016 15h10

Moscou, 24 mai (EFE).- Uma nova lista com 14 atletas russos que deram positivo em exames antidoping nos Jogos de 2008, em Pequim, oito deles medalhistas, e estão sendo investigados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) foi divulgada nesta terça-feira pelo canal de televisão "Match TV".

Entre os oito atletas acusados que subiram ao pódio na capital chinesa está Anna Chicherova, bronze no salto em altura em 2008 e ouro nos Jogos de Londres, quatro anos depois.

A atleta russa confirmou que recebeu uma notificação do COI sobre resultado positivo por doping em Pequim e, após ter declarado ser inocente, antecipou que irá ao tribunal caso o resultado seja mantido nas amostras B.

A lista revelada pela "Match TV" inclui as vice-campeãs olímpicas no revezamentos 4x400 metros Anastasia Kapachinskaya (campeã mundial em 2003 e europeia em 2010) e Tatyana Firova (também prata em Atenas 2004 e Londres 2012).

Entre os medalhistas de Pequim acusados também estão Denis Nizhegorodov, bronze nos 50 quilômetros da marcha atlética em 2008 e prata em 2004; Maria Abakumova, prata no lançamento de dardo; Ekaterina Volkova, prata nos 3 mil metros obstáculos; Nadezhda Evstyukhina e Marina Shainova, bronze e prata no levantamento de peso, respectivamente.

Inga Abitova, campeã europeia nos 10 quilômetros da marcha atlética em 2005 e 2006; Yuliya Chermoshanskaya, campeã da Europa no revezamento 4x400m em 2010 e 2011; Alexander Pogorelov, bronze no Mundial de decatlo em 2009, em Berlim; e Alexander Kornilov, campeão europeu e vice-campeão mundial no remo, fecham a lista de campeões internacionais, participantes de Pequim, suspeitos de doping.

Denis Alekseev (revezamento 4x400m) e Ivan Yushkov (arremesso de peso), dois atletas de menor destaque internacional, completam a relação de acusados.

O COI anunciou há dez dias que a análise com as técnicas mais avançadas de 454 amostras guardadas desde os Jogos de Pequim trouxe à tona 31 novos positivos, correspondentes a atletas de 12 países e de seis modalidades distintas.

Além das 454 amostras de Pequim já analisadas, há outras 250 de Londres 2012 em processo, explicou o presidente do comitê internacional, Thomas Bach, que destacou que as punições - pendentes ainda dos resultados das contraprovas - levarão em conta "tanto a responsabilidade individual quanto a coletiva".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo