Esporte

Federação do Chile entrará com recurso contra a punição da Fifa

27/05/2016 16h45

Santiago do Chile, 27 mai (EFE).- O presidente da Associação Nacional de Futebol Chileno (ANFP), Arturo Salah, anunciou nesta sexta-feira entrará com recurso junto a Fifa, contra a punição de ter que realizar dois jogos nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 com portões fechados.

A federação internacional anunciou uma série de penas contra seleções por "conduta antidesportiva e discriminatória de seus torcedores", por meio de gritos e cantos. O dirigente garante que o caso chileno se trata de uma injustiça.

"Fomos surpreendidos com a notificação da Fifa. Vamos esperar a fundamentação, porque nos parece insólito, já que o jogo mencionado, que foi Chile e Argentina, o comportamento das pessoas foi impecável", se defendeu Salah.

De acordo com o presidente da federação nacional, a entidade chegou a ser parabenizada, pelo delegado da partida, responsável pelo relatório da partida, por tudo ter ocorrido da melhor maneira possível.

Além do fechamento dos portões do Estádio Nacional por duas partidas, em jogos da seleção, a federação ainda foi punida com multa de 30 mil francos suíços (R$ 109,3 mil).

O primeiro jogo de punição ao Chile seria em setembro, pela oitava rodada das Eliminatórias, contra a Bolívia, enquanto a segunda seria condicional, dependendo do comportamento da torcida nos compromissos seguintes.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo