Esporte

Banco dá vitória aos Warriors em 1º jogo das finais contra os Cavs

03/06/2016 03h02

Oakland (EUA), 2 jun (EFE).- O Golden State Warriors começou a defesa do título de campeão da NBA nesta quinta-feira com uma grande lição de basquete coletivo ditada pelo armador reserva Shaun Livingston, que protagonizou uma noite de Stephen Curry e conduziu a equipe ao triunfo, por 104 a 89, sobre o Cleveland Cavaliers, no primeiro jogo das finais da NBA, disputado em Oakland, na Califórnia.

Livingston, com 20 pontos, quatro rebotes e três assistências, liderou o ataque dos Warriors, que tiveram sete jogadores com números de dois dígitos, entre eles três reservas. No total, a equipe obteve 50% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 33% nos chutes de fora do perímetro, com nove em 27 tentativas.

Desta vez, o atual campeão prescindiu da genialidade de Curry e das bolas de três de Klay Thompson, que combinaram apenas 20 pontos. Já Livingston fez sua melhor anotação da carreira em um jogo de playoff, enquanto o brasileiro Leandrinho saiu do banco e foi o único jogador da equipe com 100% de aproveitamento nos arremessos de quadra, com seus cinco chutes convertidos, um deles de três, além de um rebote.

Já Anderson Varejão, ex-jogador dos Cavs e agora do lado oposto, ficou em quadra por três minutos e conseguiu um rebote e uma assistência, após errar o único chute que tentou.

Outro destaque do banco dos Warriors foi Andre Iguodala, ganhador do prêmio de MVP das finais do ano passado. O ala-armador anotou 12 pontos, sete rebotes e seis assistências em 36 minutos de ação.

Entre os titulares dos Warriors, os destaques foram os homens altos, com o ala-pivô polivalente Draymond Green chegando perto de um triple-double, com 16 pontos, 11 rebotes e sete assistências, e o pivô australiano Andrew Bogut, que jogou apenas 15 minutos e obteve 10 pontos, três rebotes e duas assistências.

Já os 'Splash Brothers' tiveram uma noite para ser esquecida, ao combinarem apenas oito acertos em 27 arremessos de quadra. Mas isso acabou não pesando para os campeões de liga, já que o banco anotou 45 pontos contra apenas dez dos Cavaliers.

"Isso é o que eles vêm fazendo durante toda a temporada, nos dando grande ajuda, o que permitiu as 73 vitórias e estarmos de novo nas finais", declarou Curry ao término do jogo.

Com a bola em jogo, o triunfo dos Warriors só ficou evidente no início do quarto período, quando a equipe, que tinha encerrado o terceiro com seis pontos de vantagem (74 a 68), superou a barreira dos dez pontos e não deu mais chances de vitória aos Cavaliers, apesar de impulso que o ala LeBron James tentou dar ao time de Cleveland.

A defesa dos Warriors respondeu muito bem com o ala-pivô Harrison Barnes, fazendo um trabalho de equipe elogiável, e o manejo habilidoso do banco por parte de Steve Kerr, que esteve magistral nas rotações, foi crucial para a vitória.

LeBron, que disputa sua sexta final consecutiva da NBA, uma marca que pertencia somente ao lendário Bill Russell do Boston Celtics, fez tudo o que pôde no plano individual, mas seu double-double de 23 pontos e 12 rebotes, além de suas nove assistências, não foram suficientes para vitória.

Também não foram suficientes os 26 pontos conseguidos pelo armador Kyrie Irving, nem o double-double do ala-pivô Kevin Love, que fez sua estreia em uma série final da NBA, já que na última temporada ficou de fora por conta de uma lesão.

Love se destacou no primeiro tempo, mas desapareceu no segundo nos momentos mais decisivos. Sua contribuição de 17 pontos, 13 rebotes (11 defensivos) e duas assistências, contou apenas para as estatísticas.

Os atuais campeões de liga mantiveram a sequência vitoriosa após a virada na série sobre o Oklahoma City Thunder nas finais da Conferência Oeste, quando chegaram a estar perdendo por 3 a 1, e conseguiram o terceiro triunfo consecutivo sobre os Cavaliers em uma série final da NBA, na qual as duas equipes se enfrentam pela segunda temporada consecutiva.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo