Esporte

Revanche? Chile e Argentina reeditam última final em estreia na Copa América

05/06/2016 17h57

Santa Clara (EUA), 5 jun (EFE).- Finalistas no ano passado e candidatos ao título neste ano, Chile e Argentina se reencontrarão em partida pela Copa América nesta segunda-feira, desta vez pela fase de grupos, com a possibilidade de um acerto de contas para a bicampeã mundial 11 meses após a derrota nos pênaltis em Santiago.

Ao menos em tese, as duas seleções farão no Levi's Stadium, em Santa Clara, no estado americano da Califórnia, um confronto direto pelo primeiro lugar do grupo D. Isso porque, no papel, ambas são amplamente superiores às outras integrantes da chave, Bolívia e Panamá.

O duelo de 4 de julho de 2015, no Estádio Nacional, ficará marcado para sempre na memória do torcedor chileno, que, após 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, viu nos erros de Ever Banega e Gonzalo Higuaín na disputa de pênaltis o primeiro título de sua seleção.

Para a 'Albiceleste', o revés significou a manutenção de um jejum de títulos com a equipe principal que já dura desde a Copa América de 1993.

Depois daquela final, as duas seleções já se reencontraram, em março, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Novamente jogando em Santiago, a Argentina deu o troco com uma vitória por 2 a 1 de virada.

Número 1 no ranking da Fifa, a equipe dirigida por Gerardo Martino ainda não sabe se contará com sua grande estrela, Lionel Messi, que recebeu uma pancada nas costas em amistoso contra Honduras, no último dia 28. Caso o camisa 10 não jogue, Nico Gaitán deverá herdar a vaga.

'Tata' Martino ainda teve quatro baixas no grupo de 23 jogadores, o goleiro Agustín Marchesín, o lateral-direito Pablo Zabaleta, o zagueiro Javier Pinola e o volante Lucas Biglia, todos machucados.

No Chile, houve mudanças desde a conquista em casa, a começar pelo comando. Jorge Sampaoli deixou a equipe no começo deste ano e deu lugar ao também argentino Juan Antonio Pizzi.

Outros dois que não estão nesta edição do torneio da Conmebol são os meias Jorge Valdivia, descartado pela sequência de problemas físicos, e Matías Fernández, que machucou o joelho.

O goleiro Claudio Bravo e meia Arturo Vidal, pilares de 'La Roja', despertam dúvida também pelo desgaste, mas estão confirmados entre os titulares. Outro que merece ser observado de perto é o volante Charles Aránguiz, que rompeu o tendão de Aquiles em agosto do ano passado e ficou fora de boa parte da temporada.

Companheiro de equipe de Messi no Barcelona, Bravo sabe da importância do craque, mas disse que a presença ou não do camisa 10 não pode interferir na forma de jogar do Chile.

"Não sei a situação real e se ele está ou não com muita dor para não poder jogar. Com ou sem Messi, temos de jogar da mesma forma", comentou o capitão da seleção chilena.

"Não somos de esperar 90 minutos atrás, ainda mais diante de uma seleção como a Argentina, que joga muito bem e que tem talentos individuais que mudam o jogo em frações de minuto. Vamos em busca da vitória em todos os jogos, e tentando jogar bem", acrescentou.



Prováveis escalações:

Argentina: Romero; Mercado, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Mascherano, Fernández e Banega; Di María, Messi (ou Gaitán) e Agüero. Técnico: Gerardo Martino.

Chile: Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Díaz, Aránguiz, Vidal e Orellana; Sánchez e Vargas.

Árbitro: Daniel Fedorczuk (Uruguai), auxiliado pelos compatriotas Nicolas Taran e Richard Trinidad.

Estádio: Levi's Stadium, em Santa Clara (Califórnia).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo