Esporte

Uruguai classifica confusão entre hinos como "erro grotesco"

06/06/2016 11h27

Montevidéu, 6 jun (EFE).- A Associação Uruguaia de Futebol (AUF) classificou como "erro grotesco" o fato de a organização da Copa América ter tocado o hino do Chile em vez do uruguaio antes da partida contra o México, no domingo.

"Consideramos que o fato representa uma ofensa à AUF, a nossos jogadores e aos uruguaios, pois trata-se de um momento muito especial antes do início de cada partida", informou a entidade em comunicado assinado pelo presidente, Wilmar Valdez.

De acordo com a nota, a organização da competição "tinha total conhecimento de qual é o hino nacional do Uruguai" porque na reunião técnica anterior foi ouvida a versão correta.

"Razão pela qual consideramos que o acontecido não é uma simples distração, mas um fato muito reprovável", criticou a AUF por meio do informativo.

Após o incidente, a organização da edição de centenário da Copa América pediu desculpas pela confusão com os hinos chileno e uruguaio antes da estreia da seleção Celeste no torneio e o atribuiu a um "erro humano".

No entanto, a AUF considerou que, apesar das desculpas da organização, a ofensa produzida é "irreversível" e afirmou que aguardará "com expectativa as ações reparadoras" do comitê organizador.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo