Esporte

Carrasco de brasileiros, colombiano diz poder vencer qualquer dupla do mundo

07/06/2016 19h05

Bogotá, 7 jun (EFE).- Acostumado a vencer Marcelo Melo e Bruno Soares, que provavelmente formarão a parceria brasileiro no torneio de duplas masculinas nos Jogos Olímpicos deste ano, o tenista colombiano Robert Farah demonstrou empolgação em entrevista à Agência Efe nesta terça-feira e afirmou que ele e Sebastián Cabal estão prontos para bater qualquer dupla do circuito no Rio de Janeiro.

"Tomara possam vencer um jogo e depois o outro, e o outro, e caminhar assim. Cabe a nós nos concentrarmos no jogo que houver pela frente. Sabemos que somos capazes de bater qualquer dupla do mundo", disse Farah em evento comercial em Bogotá.

Cabal, de 30 anos, e Farah, de 29, são bicampeões do Rio Open. Na primeira conquista, em 2014, venceram Bruno e o austríaco Alexander Peya nas semifinais, enquanto na final derrotaram e Marcelo e o espanhol David Marrero. Neste ano, passaram pelos também brasileiro Thomaz Bellucci e Marcelo Demoliner na semi antes de ficaram com o troféu.

Desde que a parceria se tornou fixa, em 2013, os dois já enfrentaram Bruno sete vezes, com cinco vitórias. Já diante de Marcelo, foram três triunfos e três derrotas desde então.

Farah admitiu sentir ansiedade e emoção a dois meses dos Jogos do Rio, mas disse que a preparação do evento não será diferente da realizada para outros torneios.

"É uma oportunidade de ouro, estamos super emocionados, mas a preparação é a mesma. Somos muito profissionais em qualquer torneio em que competimos. Se vamos competir, é porque estamos 100%", garantiu Farah.

A dupla colombiana é a sétima melhor da temporada, à frente, por exemplo, de Marcelo Melo e Ivan Dodig, que estão em nono. Apesar da boa campanha, Cabal reconheceu que a campanha no Rio 2016 não será fácil.

"Temos grande expectativa e temos em mente brigar pelo pódio, mas será uma competição bastante dura. Estamos na elite do tênis, os jogos são muito duros, cada um é uma final. Portanto, miramos o pódio, mas é preciso pensar rodada a rodada", analisou Cabal.

Farah e Cabal têm no currículo a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara. Nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, Cabal competiu ao lado de Santiago Giraldo e perdeu logo na estreia para Dodig e Marin Cilic.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo